Acesso Restrito

Licenciamento prévio para Usitesc é liberado em ato na Capital

11/01/2008

     O governador Luiz Henrique presidiu o ato de entrega, ontem, da Licença Ambiental Prévia (LAP) emitida pela Fundação de Meio Ambiente (Fatma) à Usina Termelética Sul Catarinense (Usitesc), que será construída em Treviso. "Esse empreendimento vai acelerar o desenvolvimento da região Sul do Estado, hoje carente de novos investimentos", disse Luiz Henrique na ocasião. O funcionamento depende ainda de um plano ambiental e de novas licenças, que serão conseguidas mediante a realização dos procedimentos ambientais por parte das empresas .

     O projeto da Usitesc, desenvolvidos pelas carboníferas Criciúma e Metropolitana, prevê para a termelétrica capacidade instalada de 440 megawatts, consumo de 2,3 milhões de toneladas de carvão por ano e a produção de 320 mil toneladas de sulfato de amônio por ano (utilizado como fertilizante). O empreendimento vai gerar cerca de 700 empregos diretos e cerca de 5 mil indiretos e vai receber um investimento de US$700 milhões.

     O governador ainda destacou a importância do carvão como matriz energética, afirmando que já determinou à SCGás estudos para transformar em combustível para automóveis. "Estamos hoje dando o primeiro passo para que esse investimento se torne realidade", enfatizou, salientando o trabalho desenvolvido pelo órgão ambiental. Para o presidente da Fatma, Carlos Kreuz, o projeto da Usitesc se constitui em um novo patamar tecnológico para o setor, racional em termos de recursos hídricos e utilização de rejeitos. "Cada vez que entregamos uma licença ambiental, estamos certificando que esse empreendimento está de acordo com a legislação e isso significa que o desenvolvimento econômico está andando junto com o meio ambiente", justifica.

     O presidente da Usitesc, Alfredo Gazolla, afirmou que o empreendimento, além da geração de energia, também vai produzir insumos para a agricultura e apara a indústria de cimento. Para ele, a participação do Governo do Estado foi fundamental para que a empresa obtivesse essa licença "Além disso, esse empreendimento tem toda uma preocupação ambiental porque vai tirar do meio ambiente o rejeito que hoje é poluente", explicou.

     Também participaram da solenidade o secretário de Estado da Articulação, Ivo Carminati; o presidente da Celesc, Eduardo Pinho Moreira; o presidente do Sindicato das Indústrias do Carvão, Rui Hülse; os deputados estaduais: Clésio Salvaro e Ada De Lucca, além de lideranças políticas e empresariais do Sul do Estado.


Jornal da Manhã

Criciúma/SC

Geral

11/01/2008

    Somos associados

     

  • CIAB
  • epe
  • World Coal Association
  • Global CCS Institute

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351