Acesso Restrito

Tecnologia mais limpa para o carvão

29/12/2007

     O relatório final da Comissão Mista Especial do Congresso Nacional sobre as mudanças climáticas, apresentado recentemente no Senado Federal destacou, entre outros aspectos, o papel do carvão mineral no futuro da matriz energética brasileira. Em novembro, a comissão esteve em Criciúma, onde realizou uma audiência pública para discutir sobre a energia termelétrica e o seu impacto no meio ambiente.

     Em se tratando do carvão, o relatório, de autoria do senador Renato Casagrande (PSB-ES), afirma que, além de emitir gases do efeito estufa, a tecnologia utilizada atualmente para obter energia a partir do mineral já está superada. Porém, a energia térmica terá um importante papel complementar no futuro. Segundo o documento, estima-se que, até 2030, a população brasileira aumentará em 53 milhões de habitantes e que o PIB per capita subirá de US$ 4.301,00 para US$ 9.125,50.

Combinação de fatores

     "A combinação desses fatores terá importantes reflexos para a demanda de energia", enfatiza. "É fundamental a utilização planejada, integrada e otimizada de todos os tipos de geração de base para minimização dos riscos de um possível déficit de energia. Essa utilização, contudo, precisa dar-se de maneira sustentável", completa.

     De acordo com o relatório, a solução para a utilização do carvão na matriz energética passa pelo desenvolvimento de tecnologias capazes de reduzir o impacto ambiental. "É sabido que o uso do carvão emite gases de efeito estufa, mas o avanço tecnológico (em especial o seqüestro de carbono) tem um importante papel a desempenhar na mitigação dos efeitos das mudanças climáticas", sugere.

     A comissão chegou à conclusão de que, se utilizado de maneira sustentável, o carvão pode ser aproveitado. "Em linhas gerais, o objetivo é produzir energia, gerar emprego, aumentar a riqueza, preservar o meio ambiente e recuperar o passivo ambiental. Para tanto, é necessário investir em tecnologia", resume o relatório do senador Casagrande.


A Tribuna
Criciúma/SC
Política
29 e 30/12/2007

    Somos associados

     

  • CIAB
  • epe
  • World Coal Association
  • Global CCS Institute

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351