Acesso Restrito

Vale e Xstrata terminam conversa sem acordo

26/03/2008

Não foi desta vez que a Companhia Vale do Rio Doce (Vale) emplacou a compra da desejada Xstrata. As companhias informaram ontem que as negociações, ao menos por hora, foram encerradas.

Rio e São Paulo, 26 de Março de 2008 - Não foi desta vez que a Companhia Vale do Rio Doce (Vale) emplacou a compra da desejada Xstrata. As companhias informaram ontem que as negociações, ao menos por hora, foram encerradas. No comunicado que fez ao mercado, porém, a Vale lembrou que poderá fazer uma nova proposta nos próximos seis meses se o conselho da empresa estrangeira acenar com uma recomendação positiva sobre o negócio.

O presidente da anglo-suíça Xstrata, Mick Davis, afirmou em nota que as empresas continuam achando que a união seria um bom negócio para os acionistas. "Apesar de Vale e Xstrata continuarem acreditando que a fusão das duas companhias poderia trazer significativo valor para os acionistas das duas empresas, nós não alcançamos um acordo. Nós decidimos, portanto, encerrar discussões", declarou o executivo. Desde dezembro a Vale negociava a compra da Xstrata, que tem entre suas operações cobre e carvão e é avaliada em aproximadamente US$ 90 bilhões.

O principal motivo para a não conclusão do negócio foi a demanda da Glencore de continuar tendo o direito de comercialização dos produtos, mas a qualquer momento as negociações podem ser retomadas, afirmou o presidente da mineradora brasileira, Roger Agnelli. "Em uma negociação complexa como essa é difícil chegar a um acordo, não vale a pena para nenhuma das partes manter uma negociação por tanto tempo", completou.

Agnelli disse que a Vale continua avaliando outras oportunidades, com interesses em cobre e carvão, por exemplo. "Nós não precisávamos comprar a Xstrata e a Glencore não precisava vender." Agnelli não informou a qual valor a Vale chegou na negociação, mas afirmou que a dificuldade enfrentada foi mesmo quanto à comercialização dos produtos. A filosofia dos negócios é diferente, reafirmando que a prioridade para a Vale são os investimentos em curso.


Gazeta Mercantil

São Paulo/SP

1ª Página

26/03/2008

    Somos associados

     

  • CIAB
  • epe
  • World Coal Association
  • Global CCS Institute

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351