Acesso Restrito
Array
(
    [0] => 1
    [i_empresa] => 1
    [1] => 75
    [i_conteudo] => 75
    [2] => 0
    [i_subarea] => 0
    [3] => 2013-06-03
    [dt_conteudo] => 2013-06-03
    [4] => Carvão Mineral é discutido no BNDES
    [titulo] => Carvão Mineral é discutido no BNDES
    [5] => Redação Engeplus
    [autor] => Redação Engeplus
    [6] => Uma audiência com o presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), Luciano Coutinho, no Rio de Janeiro, reuniu os representantes da Frente Parlamentar do Carvão Mineral e da Associação Brasileira do Carvão Mineral (ABCM), liderada por Fernando Zancan, para reivindicar apoio ao setor carbonífero nacional.
    [resumo] => Uma audiência com o presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), Luciano Coutinho, no Rio de Janeiro, reuniu os representantes da Frente Parlamentar do Carvão Mineral e da Associação Brasileira do Carvão Mineral (ABCM), liderada por Fernando Zancan, para reivindicar apoio ao setor carbonífero nacional.
    [7] => 

Uma audiência com o presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), Luciano Coutinho, no Rio de Janeiro, reuniu os representantes da Frente Parlamentar do Carvão Mineral e da Associação Brasileira do Carvão Mineral (ABCM), liderada porFernando Zancan, para reivindicar apoio ao setor carbonífero nacional.
O Ministério de Minas e Energia publicou em 30 de abril a Portaria nº137 e, divulgou o dia 29 de agosto como data da realização do próximo leilão de energia nova A-5, oportunidade em que o setor do carvão mineral poderá participar com projetos de cerca de R$ 10 bilhões em investimentos.

“Solicitamos que as usinas termoelétricas que utilizam o carvão mineral disponham das mesmas condições de crédito que aquelas que utilizam o gás natural e sugerimos que se equalize o financiamento da fonte termoelétrica a carvão com outras fontes, sendo a remuneração básica do BNDES reduzida para 0,9%, custo financeiro para 100% da TJLP, sua participação máxima aumentada para 70% e o prazo para 25 anos. O presidente do BNDS analisará nosso pedido”, informou o deputado federal Ronaldo Benedet, que também participou do encontro.

 

Fonte: http://www.engeplus.com.br/0,,61833,CarvaMineral-e-discutidnBNDES-.html

[conteudo] =>

Uma audiência com o presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), Luciano Coutinho, no Rio de Janeiro, reuniu os representantes da Frente Parlamentar do Carvão Mineral e da Associação Brasileira do Carvão Mineral (ABCM), liderada porFernando Zancan, para reivindicar apoio ao setor carbonífero nacional.
O Ministério de Minas e Energia publicou em 30 de abril a Portaria nº137 e, divulgou o dia 29 de agosto como data da realização do próximo leilão de energia nova A-5, oportunidade em que o setor do carvão mineral poderá participar com projetos de cerca de R$ 10 bilhões em investimentos.

“Solicitamos que as usinas termoelétricas que utilizam o carvão mineral disponham das mesmas condições de crédito que aquelas que utilizam o gás natural e sugerimos que se equalize o financiamento da fonte termoelétrica a carvão com outras fontes, sendo a remuneração básica do BNDES reduzida para 0,9%, custo financeiro para 100% da TJLP, sua participação máxima aumentada para 70% e o prazo para 25 anos. O presidente do BNDS analisará nosso pedido”, informou o deputado federal Ronaldo Benedet, que também participou do encontro.

 

Fonte: http://www.engeplus.com.br/0,,61833,CarvaMineral-e-discutidnBNDES-.html

[8] => BNDES, carvão, reunião [palavra_chave] => BNDES, carvão, reunião [9] => S [publica] => S [10] => 0 [i_usuario] => 0 [11] => 2013-06-03 14:55:05 [dt_sistema] => 2013-06-03 14:55:05 [12] => [foto] => [13] => [capa] => )

Carvão Mineral é discutido no BNDES

03/06/2013

Redação Engeplus

Uma audiência com o presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), Luciano Coutinho, no Rio de Janeiro, reuniu os representantes da Frente Parlamentar do Carvão Mineral e da Associação Brasileira do Carvão Mineral (ABCM), liderada porFernando Zancan, para reivindicar apoio ao setor carbonífero nacional.
O Ministério de Minas e Energia publicou em 30 de abril a Portaria nº137 e, divulgou o dia 29 de agosto como data da realização do próximo leilão de energia nova A-5, oportunidade em que o setor do carvão mineral poderá participar com projetos de cerca de R$ 10 bilhões em investimentos.

“Solicitamos que as usinas termoelétricas que utilizam o carvão mineral disponham das mesmas condições de crédito que aquelas que utilizam o gás natural e sugerimos que se equalize o financiamento da fonte termoelétrica a carvão com outras fontes, sendo a remuneração básica do BNDES reduzida para 0,9%, custo financeiro para 100% da TJLP, sua participação máxima aumentada para 70% e o prazo para 25 anos. O presidente do BNDS analisará nosso pedido”, informou o deputado federal Ronaldo Benedet, que também participou do encontro.

 

Fonte: http://www.engeplus.com.br/0,,61833,CarvaMineral-e-discutidnBNDES-.html

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351