Acesso Restrito
Array
(
    [0] => 1
    [i_empresa] => 1
    [1] => 599
    [i_conteudo] => 599
    [2] => 0
    [i_subarea] => 0
    [3] => 2016-06-14
    [dt_conteudo] => 2016-06-14
    [4] => CTCL/SATC busca parceria com Universidade de Edimburgo
    [titulo] => CTCL/SATC busca parceria com Universidade de Edimburgo
    [5] => Lucas Jorge - Siecesc
    [autor] => Lucas Jorge - Siecesc
    [6] => Parcerias e modernização de parque térmico brasileiro foram as pautas em viagem à Europa
    [resumo] => Parcerias e modernização de parque térmico brasileiro foram as pautas em viagem à Europa
    [7] => 

“O caminho tecnológico que a SATC/CTCL está percorrendo está correto e somente as pesquisa tecnológicas irão dizer sobre os custos do que foi desenvolvido”, a frase do professor Stefano Brandani, coordenador do Núcleo de P&D em Captura de CO² da Universidade de Edimburgo.

Em reunião na última terça-feira (7), em Edimburgo, na Escócia, o diretor executivo da Satc e presidente da Associação Brasileira de Carvão Mineral (ABCM), Fernando Zancan, esteve reunido com os pesquisadores da Universidade de Edimburgo e apresentou o projeto que está sendo realizado pelo Parque Tecnológico da Satc, com o desenvolvimento de uma planta de Captura de CO². Zancan fomentou a ideia de firmar parceria entre a universidade com o CTCL/SATC, visto que os projetos de pesquisa são complementares e fronteira tecnológica no mundo.

“Na visita aos laboratórios de testes de adsorventes ficou claro que podemos desenvolver os adsorventes com zeolitas e enviar para testes em Edimburgo. Projetos conjuntos podem ser desenvolvidos para acessar fundos de P&D do Reino Unido”, explica o presidente da ABCM.

Modernização do Parque Térmico é pauta

Ainda na Europa, o presidente da ABCM se reuniu, em Londres, com o presidente da Associação Mundial do Carvão (WCA) para discutir o apoio da associação a um evento que pretende-se realizar no Brasil em 2017 e 2018. “Além disso, o presidente da WCA afirmou que iria contatar empresas chinesas para entrar em contato conosco para ver se há interesse no programa de modernização que estamos promovendo para o Parque Térmico Brasileiro”, conta Zancan.

Em Paris, para o Coal Industry Advisory Board (CIAB), da Agência Internacional de Energia, foram apresentadas as ações do Setor Carbonífero Brasileiro, incluindo o Programa de Modernização. “Fizemos vários contatos e tivemos apresentações sobre as demandas de carvão no mundo e principalmente discutimos o que fazer para alavancar o CCS”, salienta.

[conteudo] =>

“O caminho tecnológico que a SATC/CTCL está percorrendo está correto e somente as pesquisa tecnológicas irão dizer sobre os custos do que foi desenvolvido”, a frase do professor Stefano Brandani, coordenador do Núcleo de P&D em Captura de CO² da Universidade de Edimburgo.

Em reunião na última terça-feira (7), em Edimburgo, na Escócia, o diretor executivo da Satc e presidente da Associação Brasileira de Carvão Mineral (ABCM), Fernando Zancan, esteve reunido com os pesquisadores da Universidade de Edimburgo e apresentou o projeto que está sendo realizado pelo Parque Tecnológico da Satc, com o desenvolvimento de uma planta de Captura de CO². Zancan fomentou a ideia de firmar parceria entre a universidade com o CTCL/SATC, visto que os projetos de pesquisa são complementares e fronteira tecnológica no mundo.

“Na visita aos laboratórios de testes de adsorventes ficou claro que podemos desenvolver os adsorventes com zeolitas e enviar para testes em Edimburgo. Projetos conjuntos podem ser desenvolvidos para acessar fundos de P&D do Reino Unido”, explica o presidente da ABCM.

Modernização do Parque Térmico é pauta

Ainda na Europa, o presidente da ABCM se reuniu, em Londres, com o presidente da Associação Mundial do Carvão (WCA) para discutir o apoio da associação a um evento que pretende-se realizar no Brasil em 2017 e 2018. “Além disso, o presidente da WCA afirmou que iria contatar empresas chinesas para entrar em contato conosco para ver se há interesse no programa de modernização que estamos promovendo para o Parque Térmico Brasileiro”, conta Zancan.

Em Paris, para o Coal Industry Advisory Board (CIAB), da Agência Internacional de Energia, foram apresentadas as ações do Setor Carbonífero Brasileiro, incluindo o Programa de Modernização. “Fizemos vários contatos e tivemos apresentações sobre as demandas de carvão no mundo e principalmente discutimos o que fazer para alavancar o CCS”, salienta.

[8] => [palavra_chave] => [9] => S [publica] => S [10] => 0 [i_usuario] => 0 [11] => 2016-06-14 14:49:39 [dt_sistema] => 2016-06-14 14:49:39 [12] => [foto] => [13] => [capa] => )

CTCL/SATC busca parceria com Universidade de Edimburgo

14/06/2016

Lucas Jorge - Siecesc

“O caminho tecnológico que a SATC/CTCL está percorrendo está correto e somente as pesquisa tecnológicas irão dizer sobre os custos do que foi desenvolvido”, a frase do professor Stefano Brandani, coordenador do Núcleo de P&D em Captura de CO² da Universidade de Edimburgo.

Em reunião na última terça-feira (7), em Edimburgo, na Escócia, o diretor executivo da Satc e presidente da Associação Brasileira de Carvão Mineral (ABCM), Fernando Zancan, esteve reunido com os pesquisadores da Universidade de Edimburgo e apresentou o projeto que está sendo realizado pelo Parque Tecnológico da Satc, com o desenvolvimento de uma planta de Captura de CO². Zancan fomentou a ideia de firmar parceria entre a universidade com o CTCL/SATC, visto que os projetos de pesquisa são complementares e fronteira tecnológica no mundo.

“Na visita aos laboratórios de testes de adsorventes ficou claro que podemos desenvolver os adsorventes com zeolitas e enviar para testes em Edimburgo. Projetos conjuntos podem ser desenvolvidos para acessar fundos de P&D do Reino Unido”, explica o presidente da ABCM.

Modernização do Parque Térmico é pauta

Ainda na Europa, o presidente da ABCM se reuniu, em Londres, com o presidente da Associação Mundial do Carvão (WCA) para discutir o apoio da associação a um evento que pretende-se realizar no Brasil em 2017 e 2018. “Além disso, o presidente da WCA afirmou que iria contatar empresas chinesas para entrar em contato conosco para ver se há interesse no programa de modernização que estamos promovendo para o Parque Térmico Brasileiro”, conta Zancan.

Em Paris, para o Coal Industry Advisory Board (CIAB), da Agência Internacional de Energia, foram apresentadas as ações do Setor Carbonífero Brasileiro, incluindo o Programa de Modernização. “Fizemos vários contatos e tivemos apresentações sobre as demandas de carvão no mundo e principalmente discutimos o que fazer para alavancar o CCS”, salienta.

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351