Acesso Restrito
Array
(
    [0] => 1
    [i_empresa] => 1
    [1] => 597
    [i_conteudo] => 597
    [2] => 0
    [i_subarea] => 0
    [3] => 2016-06-14
    [dt_conteudo] => 2016-06-14
    [4] => Linha férrea do Corredor de Nacala, Moçambique, aumenta transporte de carvão
    [titulo] => Linha férrea do Corredor de Nacala, Moçambique, aumenta transporte de carvão
    [5] => MacauHub
    [autor] => MacauHub
    [6] => A linha de caminho-de-ferro do Corredor de Nacala vai receber em breve 3 milhões de dólares em investimento para aumentar a capacidade de transporte do carvão extraído em Moatize, Tete, anunciou terça-feira em Maputo o porta-voz do Conselho de Ministros.
    [resumo] => A linha de caminho-de-ferro do Corredor de Nacala vai receber em breve 3 milhões de dólares em investimento para aumentar a capacidade de transporte do carvão extraído em Moatize, Tete, anunciou terça-feira em Maputo o porta-voz do Conselho de Ministros.
    [7] => 

A linha de caminho-de-ferro do Corredor de Nacala vai receber em breve 3 milhões de dólares em investimento para aumentar a capacidade de transporte do carvão extraído em Moatize, Tete, anunciou terça-feira em Maputo o porta-voz do Conselho de Ministros.

Mouzinho Saíde adiantou que daquele montante 1,9 milhões de dólares serão aplicados em Moçambique e os restantes 1,1 milhões no Malawi, cujo território é atravessado pela linha que liga Moatize ao porto de Nacala, na província de Nampula.

O porta-voz disse que o Conselho de Ministros aprovou um acordo directo entre o governo de Moçambique, na qualidade de autoridade concedente e as concessionárias ferroviários e portuários da região norte, nomeadamente o Corredor de Desenvolvimento do Norte e o Corredor Logístico Integrado de Nacala.

“O acordo não criará nenhuma obrigação financeira do governo perante os financiadores, visto que os riscos da operação logística são da responsabilidade da concessionária e seus promotores, nomeadamente os grupos brasileiro Vale e japonês Mitsui & Co”, indicou o porta-voz, citado pelo matutino Notícias, de Maputo. (Macauhub/MZ).

 

http://www.macauhub.com.mo/pt/2016/06/08/linha-ferrea-do-corredor-de-nacala-mocambique-aumenta-transporte-de-carvao/

[conteudo] =>

A linha de caminho-de-ferro do Corredor de Nacala vai receber em breve 3 milhões de dólares em investimento para aumentar a capacidade de transporte do carvão extraído em Moatize, Tete, anunciou terça-feira em Maputo o porta-voz do Conselho de Ministros.

Mouzinho Saíde adiantou que daquele montante 1,9 milhões de dólares serão aplicados em Moçambique e os restantes 1,1 milhões no Malawi, cujo território é atravessado pela linha que liga Moatize ao porto de Nacala, na província de Nampula.

O porta-voz disse que o Conselho de Ministros aprovou um acordo directo entre o governo de Moçambique, na qualidade de autoridade concedente e as concessionárias ferroviários e portuários da região norte, nomeadamente o Corredor de Desenvolvimento do Norte e o Corredor Logístico Integrado de Nacala.

“O acordo não criará nenhuma obrigação financeira do governo perante os financiadores, visto que os riscos da operação logística são da responsabilidade da concessionária e seus promotores, nomeadamente os grupos brasileiro Vale e japonês Mitsui & Co”, indicou o porta-voz, citado pelo matutino Notícias, de Maputo. (Macauhub/MZ).

 

http://www.macauhub.com.mo/pt/2016/06/08/linha-ferrea-do-corredor-de-nacala-mocambique-aumenta-transporte-de-carvao/

[8] => [palavra_chave] => [9] => S [publica] => S [10] => 0 [i_usuario] => 0 [11] => 2016-06-14 14:43:21 [dt_sistema] => 2016-06-14 14:43:21 [12] => [foto] => [13] => [capa] => )

Linha férrea do Corredor de Nacala, Moçambique, aumenta transporte de carvão

14/06/2016

MacauHub

A linha de caminho-de-ferro do Corredor de Nacala vai receber em breve 3 milhões de dólares em investimento para aumentar a capacidade de transporte do carvão extraído em Moatize, Tete, anunciou terça-feira em Maputo o porta-voz do Conselho de Ministros.

Mouzinho Saíde adiantou que daquele montante 1,9 milhões de dólares serão aplicados em Moçambique e os restantes 1,1 milhões no Malawi, cujo território é atravessado pela linha que liga Moatize ao porto de Nacala, na província de Nampula.

O porta-voz disse que o Conselho de Ministros aprovou um acordo directo entre o governo de Moçambique, na qualidade de autoridade concedente e as concessionárias ferroviários e portuários da região norte, nomeadamente o Corredor de Desenvolvimento do Norte e o Corredor Logístico Integrado de Nacala.

“O acordo não criará nenhuma obrigação financeira do governo perante os financiadores, visto que os riscos da operação logística são da responsabilidade da concessionária e seus promotores, nomeadamente os grupos brasileiro Vale e japonês Mitsui & Co”, indicou o porta-voz, citado pelo matutino Notícias, de Maputo. (Macauhub/MZ).

 

http://www.macauhub.com.mo/pt/2016/06/08/linha-ferrea-do-corredor-de-nacala-mocambique-aumenta-transporte-de-carvao/

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351