Acesso Restrito
Array
(
    [0] => 1
    [i_empresa] => 1
    [1] => 589
    [i_conteudo] => 589
    [2] => 0
    [i_subarea] => 0
    [3] => 2016-04-20
    [dt_conteudo] => 2016-04-20
    [4] => Energia para o desenvolvimento é tema de Seminário realizado em Bagé
    [titulo] => Energia para o desenvolvimento é tema de Seminário realizado em Bagé
    [5] => Por Tamíris Centeno Pereira da Rosa
    [autor] => Por Tamíris Centeno Pereira da Rosa
    [6] => Na última sexta-feira, 15, Bagé esteve no centro das discussões sobre energia, quando reuniu os principais representantes de órgãos públicos e privados que atuam na área para o 4º Seminário Nacional Energia para o Desenvolvimento.
    [resumo] => Na última sexta-feira, 15, Bagé esteve no centro das discussões sobre energia, quando reuniu os principais representantes de órgãos públicos e privados que atuam na área para o 4º Seminário Nacional Energia para o Desenvolvimento.
    [7] => 

Na última sexta-feira, 15, Bagé esteve no centro das discussões sobre energia, quando reuniu os principais representantes de órgãos públicos e privados que atuam na área para o 4º Seminário Nacional Energia para o Desenvolvimento – O carvão mineral, a energia eólica e a pesquisa científica. Mais de 300 pessoas compareceram ao auditório da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) para discutir o tema.

O evento foi realizado pela Unipampa, Curso de Engenharia de Energias Renováveis e Ambiente, Comissão Especial do Carvão como Fonte de energia Elétrica da Câmara Municipal de Bagé, com apoio da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Carvão Mineral do Congresso Nacional, Prefeitura de Bagé, Eletrobrás CGTEE, Associação Brasileira de Engenharia de Energia (Abeen), Consultoria e Projetos de Engenharia (CPEn Jr.), Eenergia Consultoria Jr.

O Seminário teve programação extensa que durou o dia todo. Além de palestras com as principais personalidades do setor, também houve espaços para debates com os participantes.

Durante a abertura do evento, o prefeito de Bagé, Luís Eduardo Colombo, falou sobre a importância do tema para a região. “Todos que vieram aqui hoje podem ser considerados verdadeiros construtores do desenvolvimento regional”, comemorou ele, que acredita na exploração do carvão para geração da energia para alavancar Candiota e os municípios de seu entorno.

De acordo com o coordenador do evento, o professor da Unipampa, Hélvio Rech, nesta edição os debates foram ampliados. “Aprofundamos muito o debate sobre questões que apontarão para a alternativa do uso mais global dos recursos, como o carvão. O Seminário conseguiu elencar grandes possibilidades e apontar rumos que nós podemos investir dentro da Universidade, linhas de pesquisa”, comentou ele. Rech também afirma que o Seminário será definitivo no calendário de eventos da Universidade. “O encontro definiu o formato do principal evento de energia da metade sul do Rio Grande do Sul, mas essa tradição de debater a energia com o desenvolvimento não se vê em outro local. O ano que vem pretendemos o tornar internacional”, contou ele.

O representante da Câmara de Vereadores de Bagé e organizador do evento, vereador Caio Ferreira, avaliou o Seminário como positivo. “Fortalecemos e materializamos o debate da geração de energia na Unipampa e daqui para frente nós já nos tornamos referência na discussão do tema, com ênfase no carvão e na energia eólica”, disse ele.

Outro desdobramento importante do Seminário foi o contato que os participantes fizeram com Eenergia Consultoria Jr, empresa do curso de Energias Renováveis. A estudante de Energias Renováveis e cofundadora da empresa, Bruna Fontenele, conta que este é o segundo ano que participa da organização do evento. “No próximo ano esperamos que seja internacional. Eu tenho visto que a cada edição o evento está crescendo mais, nesta veio o pessoal do Ministério de Minas e Energias e da Agência Nacional de Energia Elétrica. A cada ano vem sendo mais engradecedor, para os participantes, com os contatos para estágio e para os serviços da empresa Júnior”, comemorou ela.

[conteudo] =>

Na última sexta-feira, 15, Bagé esteve no centro das discussões sobre energia, quando reuniu os principais representantes de órgãos públicos e privados que atuam na área para o 4º Seminário Nacional Energia para o Desenvolvimento – O carvão mineral, a energia eólica e a pesquisa científica. Mais de 300 pessoas compareceram ao auditório da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) para discutir o tema.

O evento foi realizado pela Unipampa, Curso de Engenharia de Energias Renováveis e Ambiente, Comissão Especial do Carvão como Fonte de energia Elétrica da Câmara Municipal de Bagé, com apoio da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Carvão Mineral do Congresso Nacional, Prefeitura de Bagé, Eletrobrás CGTEE, Associação Brasileira de Engenharia de Energia (Abeen), Consultoria e Projetos de Engenharia (CPEn Jr.), Eenergia Consultoria Jr.

O Seminário teve programação extensa que durou o dia todo. Além de palestras com as principais personalidades do setor, também houve espaços para debates com os participantes.

Durante a abertura do evento, o prefeito de Bagé, Luís Eduardo Colombo, falou sobre a importância do tema para a região. “Todos que vieram aqui hoje podem ser considerados verdadeiros construtores do desenvolvimento regional”, comemorou ele, que acredita na exploração do carvão para geração da energia para alavancar Candiota e os municípios de seu entorno.

De acordo com o coordenador do evento, o professor da Unipampa, Hélvio Rech, nesta edição os debates foram ampliados. “Aprofundamos muito o debate sobre questões que apontarão para a alternativa do uso mais global dos recursos, como o carvão. O Seminário conseguiu elencar grandes possibilidades e apontar rumos que nós podemos investir dentro da Universidade, linhas de pesquisa”, comentou ele. Rech também afirma que o Seminário será definitivo no calendário de eventos da Universidade. “O encontro definiu o formato do principal evento de energia da metade sul do Rio Grande do Sul, mas essa tradição de debater a energia com o desenvolvimento não se vê em outro local. O ano que vem pretendemos o tornar internacional”, contou ele.

O representante da Câmara de Vereadores de Bagé e organizador do evento, vereador Caio Ferreira, avaliou o Seminário como positivo. “Fortalecemos e materializamos o debate da geração de energia na Unipampa e daqui para frente nós já nos tornamos referência na discussão do tema, com ênfase no carvão e na energia eólica”, disse ele.

Outro desdobramento importante do Seminário foi o contato que os participantes fizeram com Eenergia Consultoria Jr, empresa do curso de Energias Renováveis. A estudante de Energias Renováveis e cofundadora da empresa, Bruna Fontenele, conta que este é o segundo ano que participa da organização do evento. “No próximo ano esperamos que seja internacional. Eu tenho visto que a cada edição o evento está crescendo mais, nesta veio o pessoal do Ministério de Minas e Energias e da Agência Nacional de Energia Elétrica. A cada ano vem sendo mais engradecedor, para os participantes, com os contatos para estágio e para os serviços da empresa Júnior”, comemorou ela.

[8] => [palavra_chave] => [9] => S [publica] => S [10] => 0 [i_usuario] => 0 [11] => 2016-04-25 13:42:31 [dt_sistema] => 2016-04-25 13:42:31 [12] => [foto] => [13] => [capa] => )

Energia para o desenvolvimento é tema de Seminário realizado em Bagé

20/04/2016

Por Tamíris Centeno Pereira da Rosa

Na última sexta-feira, 15, Bagé esteve no centro das discussões sobre energia, quando reuniu os principais representantes de órgãos públicos e privados que atuam na área para o 4º Seminário Nacional Energia para o Desenvolvimento – O carvão mineral, a energia eólica e a pesquisa científica. Mais de 300 pessoas compareceram ao auditório da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) para discutir o tema.

O evento foi realizado pela Unipampa, Curso de Engenharia de Energias Renováveis e Ambiente, Comissão Especial do Carvão como Fonte de energia Elétrica da Câmara Municipal de Bagé, com apoio da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Carvão Mineral do Congresso Nacional, Prefeitura de Bagé, Eletrobrás CGTEE, Associação Brasileira de Engenharia de Energia (Abeen), Consultoria e Projetos de Engenharia (CPEn Jr.), Eenergia Consultoria Jr.

O Seminário teve programação extensa que durou o dia todo. Além de palestras com as principais personalidades do setor, também houve espaços para debates com os participantes.

Durante a abertura do evento, o prefeito de Bagé, Luís Eduardo Colombo, falou sobre a importância do tema para a região. “Todos que vieram aqui hoje podem ser considerados verdadeiros construtores do desenvolvimento regional”, comemorou ele, que acredita na exploração do carvão para geração da energia para alavancar Candiota e os municípios de seu entorno.

De acordo com o coordenador do evento, o professor da Unipampa, Hélvio Rech, nesta edição os debates foram ampliados. “Aprofundamos muito o debate sobre questões que apontarão para a alternativa do uso mais global dos recursos, como o carvão. O Seminário conseguiu elencar grandes possibilidades e apontar rumos que nós podemos investir dentro da Universidade, linhas de pesquisa”, comentou ele. Rech também afirma que o Seminário será definitivo no calendário de eventos da Universidade. “O encontro definiu o formato do principal evento de energia da metade sul do Rio Grande do Sul, mas essa tradição de debater a energia com o desenvolvimento não se vê em outro local. O ano que vem pretendemos o tornar internacional”, contou ele.

O representante da Câmara de Vereadores de Bagé e organizador do evento, vereador Caio Ferreira, avaliou o Seminário como positivo. “Fortalecemos e materializamos o debate da geração de energia na Unipampa e daqui para frente nós já nos tornamos referência na discussão do tema, com ênfase no carvão e na energia eólica”, disse ele.

Outro desdobramento importante do Seminário foi o contato que os participantes fizeram com Eenergia Consultoria Jr, empresa do curso de Energias Renováveis. A estudante de Energias Renováveis e cofundadora da empresa, Bruna Fontenele, conta que este é o segundo ano que participa da organização do evento. “No próximo ano esperamos que seja internacional. Eu tenho visto que a cada edição o evento está crescendo mais, nesta veio o pessoal do Ministério de Minas e Energias e da Agência Nacional de Energia Elétrica. A cada ano vem sendo mais engradecedor, para os participantes, com os contatos para estágio e para os serviços da empresa Júnior”, comemorou ela.

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351