Acesso Restrito
Array
(
    [0] => 1
    [i_empresa] => 1
    [1] => 479
    [i_conteudo] => 479
    [2] => 0
    [i_subarea] => 0
    [3] => 2015-06-09
    [dt_conteudo] => 2015-06-09
    [4] => Commodities têm alta de 0,76%, em maio
    [titulo] => Commodities têm alta de 0,76%, em maio
    [5] => Kelly Oliveira – Repórter da Agência Brasil
    [autor] => Kelly Oliveira – Repórter da Agência Brasil
    [6] => Os preços das commodities, produtos primários com cotação internacional, apresentaram alta de 0,76%, na comparação de maio com abril, mostra o Índice de Commodities Brasil (IC-Br), calculado mensalmente pelo Banco Central (BC). Em 12 meses encerrados em maio, o índice subiu 9,05%
    [resumo] => Os preços das commodities, produtos primários com cotação internacional, apresentaram alta de 0,76%, na comparação de maio com abril, mostra o Índice de Commodities Brasil (IC-Br), calculado mensalmente pelo Banco Central (BC). Em 12 meses encerrados em maio, o índice subiu 9,05%
    [7] => 

Os preços das commodities, produtos primários com cotação internacional, apresentaram alta de 0,76%, na comparação de maio com abril, mostra o Índice de Commodities Brasil (IC-Br), calculado mensalmente pelo Banco Central (BC). Em 12 meses encerrados em maio, o índice subiu 9,05%.

O IC-Br é calculado com base na variação em reais dos preços de produtos primários brasileiros negociados no exterior. O BC observa os produtos que são relevantes para a dinâmica dos preços ao consumidor no Brasil.

No mês passado, o segmento de energia (petróleo, gás natural e carvão) puxou a alta, com aumento de 3,19 %, enquanto os dos metais (alumínio, minério de ferro, cobre, estanho, zinco, chumbo e níquel) tiveram alta de 2,24%. O segmento agropecuário (carne de boi, algodão, óleo de soja, trigo, açúcar, milho, café, arroz e carne de porco) ficou praticamente estável (0,01%).

O CRB, índice internacional de preços de commodities, calculado pelo Commodity Research Bureau, registrou alta de 3,21% em maio e de 17,27%, em 12 meses.

[conteudo] =>

Os preços das commodities, produtos primários com cotação internacional, apresentaram alta de 0,76%, na comparação de maio com abril, mostra o Índice de Commodities Brasil (IC-Br), calculado mensalmente pelo Banco Central (BC). Em 12 meses encerrados em maio, o índice subiu 9,05%.

O IC-Br é calculado com base na variação em reais dos preços de produtos primários brasileiros negociados no exterior. O BC observa os produtos que são relevantes para a dinâmica dos preços ao consumidor no Brasil.

No mês passado, o segmento de energia (petróleo, gás natural e carvão) puxou a alta, com aumento de 3,19 %, enquanto os dos metais (alumínio, minério de ferro, cobre, estanho, zinco, chumbo e níquel) tiveram alta de 2,24%. O segmento agropecuário (carne de boi, algodão, óleo de soja, trigo, açúcar, milho, café, arroz e carne de porco) ficou praticamente estável (0,01%).

O CRB, índice internacional de preços de commodities, calculado pelo Commodity Research Bureau, registrou alta de 3,21% em maio e de 17,27%, em 12 meses.

[8] => [palavra_chave] => [9] => S [publica] => S [10] => 0 [i_usuario] => 0 [11] => 2015-06-09 16:27:34 [dt_sistema] => 2015-06-09 16:27:34 [12] => [foto] => [13] => [capa] => )

Commodities têm alta de 0,76%, em maio

09/06/2015

Kelly Oliveira – Repórter da Agência Brasil

Os preços das commodities, produtos primários com cotação internacional, apresentaram alta de 0,76%, na comparação de maio com abril, mostra o Índice de Commodities Brasil (IC-Br), calculado mensalmente pelo Banco Central (BC). Em 12 meses encerrados em maio, o índice subiu 9,05%.

O IC-Br é calculado com base na variação em reais dos preços de produtos primários brasileiros negociados no exterior. O BC observa os produtos que são relevantes para a dinâmica dos preços ao consumidor no Brasil.

No mês passado, o segmento de energia (petróleo, gás natural e carvão) puxou a alta, com aumento de 3,19 %, enquanto os dos metais (alumínio, minério de ferro, cobre, estanho, zinco, chumbo e níquel) tiveram alta de 2,24%. O segmento agropecuário (carne de boi, algodão, óleo de soja, trigo, açúcar, milho, café, arroz e carne de porco) ficou praticamente estável (0,01%).

O CRB, índice internacional de preços de commodities, calculado pelo Commodity Research Bureau, registrou alta de 3,21% em maio e de 17,27%, em 12 meses.

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351