Acesso Restrito
Array
(
    [0] => 1
    [i_empresa] => 1
    [1] => 475
    [i_conteudo] => 475
    [2] => 0
    [i_subarea] => 0
    [3] => 2015-06-02
    [dt_conteudo] => 2015-06-02
    [4] => Fernando Zancan participa de rodada de reuniões na Europa
    [titulo] => Fernando Zancan participa de rodada de reuniões na Europa
    [5] => 
    [autor] => 
    [6] => O presidente da ABCM, Fernando Zancan, participou, nessa terça-feira, da Reunião Anual da Associação Mundial do Carvão, WCA, em Londres, Inglaterra.
    [resumo] => O presidente da ABCM, Fernando Zancan, participou, nessa terça-feira, da Reunião Anual da Associação Mundial do Carvão, WCA, em Londres, Inglaterra.
    [7] => 

O presidente da ABCM, Fernando Zancan, participou, nessa terça-feira, da Reunião Anual da Associação Mundial do Carvão, WCA, em Londres, Inglaterra.

Zancan segue amanhã para Paris onde participará de nova rodada de reuniões na Agência Internacional de Energia - IEA - em Paris, França.

A reunião da WCA foi precedida de um seminário com a participação de NGOs- WWF, e outros stakeholders para discutir o papel do carvão na redução das emissões de gases de efeito estufa. Na ocasião foi demonstrado o projeto de CCS - captura de CO2 - a Saskapower, no Canadá, onde os resultados são promissores para uso dessa teologia que reduz em 90% as emissões de CO2, gás de efeito estufa.

Como conclusão do seminário, a indústria do carvão entende que, para realmente atender as metas de redução de CO2, será necessário prover recursos para desenvolver o CCS, dando o mesmo tratamento dado às energias renováveis e também implantar em escala global, a modernização do parque a carvão. 

Esta conclusão se apoia no fato de que o carvão fará parte de mix de energia do planeta, crescendo, principalmente, nos países em desenvolvimento, onde é o principal indutor na redução da pobreza energética. 

 

[conteudo] =>

O presidente da ABCM, Fernando Zancan, participou, nessa terça-feira, da Reunião Anual da Associação Mundial do Carvão, WCA, em Londres, Inglaterra.

Zancan segue amanhã para Paris onde participará de nova rodada de reuniões na Agência Internacional de Energia - IEA - em Paris, França.

A reunião da WCA foi precedida de um seminário com a participação de NGOs- WWF, e outros stakeholders para discutir o papel do carvão na redução das emissões de gases de efeito estufa. Na ocasião foi demonstrado o projeto de CCS - captura de CO2 - a Saskapower, no Canadá, onde os resultados são promissores para uso dessa teologia que reduz em 90% as emissões de CO2, gás de efeito estufa.

Como conclusão do seminário, a indústria do carvão entende que, para realmente atender as metas de redução de CO2, será necessário prover recursos para desenvolver o CCS, dando o mesmo tratamento dado às energias renováveis e também implantar em escala global, a modernização do parque a carvão. 

Esta conclusão se apoia no fato de que o carvão fará parte de mix de energia do planeta, crescendo, principalmente, nos países em desenvolvimento, onde é o principal indutor na redução da pobreza energética. 

 

[8] => [palavra_chave] => [9] => S [publica] => S [10] => 0 [i_usuario] => 0 [11] => 2015-06-08 14:31:48 [dt_sistema] => 2015-06-08 14:31:48 [12] => [foto] => [13] => [capa] => )

Fernando Zancan participa de rodada de reuniões na Europa

02/06/2015

O presidente da ABCM, Fernando Zancan, participou, nessa terça-feira, da Reunião Anual da Associação Mundial do Carvão, WCA, em Londres, Inglaterra.

Zancan segue amanhã para Paris onde participará de nova rodada de reuniões na Agência Internacional de Energia - IEA - em Paris, França.

A reunião da WCA foi precedida de um seminário com a participação de NGOs- WWF, e outros stakeholders para discutir o papel do carvão na redução das emissões de gases de efeito estufa. Na ocasião foi demonstrado o projeto de CCS - captura de CO2 - a Saskapower, no Canadá, onde os resultados são promissores para uso dessa teologia que reduz em 90% as emissões de CO2, gás de efeito estufa.

Como conclusão do seminário, a indústria do carvão entende que, para realmente atender as metas de redução de CO2, será necessário prover recursos para desenvolver o CCS, dando o mesmo tratamento dado às energias renováveis e também implantar em escala global, a modernização do parque a carvão. 

Esta conclusão se apoia no fato de que o carvão fará parte de mix de energia do planeta, crescendo, principalmente, nos países em desenvolvimento, onde é o principal indutor na redução da pobreza energética. 

 

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351