Acesso Restrito
Array
(
    [0] => 1
    [i_empresa] => 1
    [1] => 469
    [i_conteudo] => 469
    [2] => 0
    [i_subarea] => 0
    [3] => 2015-05-20
    [dt_conteudo] => 2015-05-20
    [4] => Ibama nega liberação de obras de usina térmica a carvão da Tractebel
    [titulo] => Ibama nega liberação de obras de usina térmica a carvão da Tractebel
    [5] => André Borges - Estadão
    [autor] => André Borges - Estadão
    [6] => O Ibama rejeitou a emissão de licença de instalação da usina térmica Pampa Sul, pedida pela Tractebel Energia. 
    [resumo] => O Ibama rejeitou a emissão de licença de instalação da usina térmica Pampa Sul, pedida pela Tractebel Energia. 
    [7] => 

O Ibama rejeitou a emissão de licença de instalação da usina térmica Pampa Sul, pedida pela Tractebel Energia. A empresa do grupo GDF Suez venceu um leilão realizado em novembro do ano passado para erguer, no município de Candiota (RS), uma nova térmica alimentada por carvão mineral, um tipo de projeto que há nove anos não era contratado pelo governo federal.

 

Depois de analisar os programas apresentados no projeto básico ambiental (PBA) do projeto e o pedido de licença apresentado em fevereiro, a equipe técnica do Ibama avaliou que "o documento não apresentou os requisitos mínimos para a emissão da licença de instalação". Essa autorização é o que permite o início efetivo das obras. Por enquanto, o empreendimento tem apenas licença prévia ambiental, que atesta a sua viabilidade.

 

Os principais aspectos que inviabilizaram a aprovação, segundo o Ibama, foram a ausência de detalhamento de ações, falta de definição de equipes e cronograma muito abrangente, sem apontar objetivos e metas, além de indicadores descoordenados e inadequados. "Logo, a equipe técnica concluiu pela necessidade de complementações e, em alguns casos, a reapresentação do programa", informaram os técnicos, em parecer concluído em abril.

 

A Tractebel já encaminhou um documento com as respostas para cada um dos apontamentos feitos no parecer do órgão ambiental. Com 340 megawatts de capacidade instalada, Pampa Sul tem previsão de iniciar operação em janeiro de 2019. Ao todo, o projeto da empresa é estimado em R$ 1,9 bilhão, com aplicação de R$ 1 bilhão em equipamentos nacionais e R$ 900 milhões em importação. A geração de empregos diretos é estimada em 1.848 vagas no segundo ano de instalação, quando a usina deve estar no auge das obras. Outros 8 mil empregos indiretos devem ser gerados.

[conteudo] =>

O Ibama rejeitou a emissão de licença de instalação da usina térmica Pampa Sul, pedida pela Tractebel Energia. A empresa do grupo GDF Suez venceu um leilão realizado em novembro do ano passado para erguer, no município de Candiota (RS), uma nova térmica alimentada por carvão mineral, um tipo de projeto que há nove anos não era contratado pelo governo federal.

 

Depois de analisar os programas apresentados no projeto básico ambiental (PBA) do projeto e o pedido de licença apresentado em fevereiro, a equipe técnica do Ibama avaliou que "o documento não apresentou os requisitos mínimos para a emissão da licença de instalação". Essa autorização é o que permite o início efetivo das obras. Por enquanto, o empreendimento tem apenas licença prévia ambiental, que atesta a sua viabilidade.

 

Os principais aspectos que inviabilizaram a aprovação, segundo o Ibama, foram a ausência de detalhamento de ações, falta de definição de equipes e cronograma muito abrangente, sem apontar objetivos e metas, além de indicadores descoordenados e inadequados. "Logo, a equipe técnica concluiu pela necessidade de complementações e, em alguns casos, a reapresentação do programa", informaram os técnicos, em parecer concluído em abril.

 

A Tractebel já encaminhou um documento com as respostas para cada um dos apontamentos feitos no parecer do órgão ambiental. Com 340 megawatts de capacidade instalada, Pampa Sul tem previsão de iniciar operação em janeiro de 2019. Ao todo, o projeto da empresa é estimado em R$ 1,9 bilhão, com aplicação de R$ 1 bilhão em equipamentos nacionais e R$ 900 milhões em importação. A geração de empregos diretos é estimada em 1.848 vagas no segundo ano de instalação, quando a usina deve estar no auge das obras. Outros 8 mil empregos indiretos devem ser gerados.

[8] => [palavra_chave] => [9] => S [publica] => S [10] => 0 [i_usuario] => 0 [11] => 2015-05-20 14:14:03 [dt_sistema] => 2015-05-20 14:14:03 [12] => [foto] => [13] => [capa] => )

Ibama nega liberação de obras de usina térmica a carvão da Tractebel

20/05/2015

André Borges - Estadão

O Ibama rejeitou a emissão de licença de instalação da usina térmica Pampa Sul, pedida pela Tractebel Energia. A empresa do grupo GDF Suez venceu um leilão realizado em novembro do ano passado para erguer, no município de Candiota (RS), uma nova térmica alimentada por carvão mineral, um tipo de projeto que há nove anos não era contratado pelo governo federal.

 

Depois de analisar os programas apresentados no projeto básico ambiental (PBA) do projeto e o pedido de licença apresentado em fevereiro, a equipe técnica do Ibama avaliou que "o documento não apresentou os requisitos mínimos para a emissão da licença de instalação". Essa autorização é o que permite o início efetivo das obras. Por enquanto, o empreendimento tem apenas licença prévia ambiental, que atesta a sua viabilidade.

 

Os principais aspectos que inviabilizaram a aprovação, segundo o Ibama, foram a ausência de detalhamento de ações, falta de definição de equipes e cronograma muito abrangente, sem apontar objetivos e metas, além de indicadores descoordenados e inadequados. "Logo, a equipe técnica concluiu pela necessidade de complementações e, em alguns casos, a reapresentação do programa", informaram os técnicos, em parecer concluído em abril.

 

A Tractebel já encaminhou um documento com as respostas para cada um dos apontamentos feitos no parecer do órgão ambiental. Com 340 megawatts de capacidade instalada, Pampa Sul tem previsão de iniciar operação em janeiro de 2019. Ao todo, o projeto da empresa é estimado em R$ 1,9 bilhão, com aplicação de R$ 1 bilhão em equipamentos nacionais e R$ 900 milhões em importação. A geração de empregos diretos é estimada em 1.848 vagas no segundo ano de instalação, quando a usina deve estar no auge das obras. Outros 8 mil empregos indiretos devem ser gerados.

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351