Acesso Restrito
Array
(
    [0] => 1
    [i_empresa] => 1
    [1] => 389
    [i_conteudo] => 389
    [2] => 0
    [i_subarea] => 0
    [3] => 2014-11-13
    [dt_conteudo] => 2014-11-13
    [4] => IBAMA emite licença ambiental prévia da UTE Pampa Sul
    [titulo] => IBAMA emite licença ambiental prévia da UTE Pampa Sul
    [5] => 
    [autor] => 
    [6] => A Frente Parlamentar do Carvão Mineral, presidida pelo deputado federal Afonso Hamm (PP-RS) comemora importante anuncio para o setor do carvão mineral.
    [resumo] => A Frente Parlamentar do Carvão Mineral, presidida pelo deputado federal Afonso Hamm (PP-RS) comemora importante anuncio para o setor do carvão mineral.
    [7] => 

A Frente Parlamentar do Carvão Mineral, presidida pelo deputado federal Afonso Hamm (PP-RS) comemora importante anuncio para o setor do carvão mineral. O IBAMA emitiu nesta quinta-feira, a licença ambiental prévia para instalação da UTE Pampa Sul, no município de Candiota.
Nesta semana, Afonso Hamm, junto com o os representantes da Tractebel Energia, diretor Desenvolvimento de Negócios, Hugo Stamm; Diretor de Projetos, José Laydner e o prefeito de Candiota, Luiz Carlos Folador, estiveram reunidos com o presidente do IBAMA, Volney Zanardi Junior.
Na ocasião, o presidente ressaltou que a empresa responsável por esse projeto seguiu as etapas estabelecidas, realizou as audiências públicas de apresentação e de discussão do relatório de impacto ambiental (RIMA) da Usina Termelétrica Pampa Sul.
Investimentos
Os diretores da Tractebel, responsável pelo projeto, informam que o investimento na região é na ordem de R$ 2 bilhões com a construção da usina termelétrica e que deverá gerar dois mil empregos diretos e de cinco a oito mil indiretos. A capacidade instalada, em sua primeira fase, será de 340 megawatts (MW) de potência. Conforme Stamm, na segunda-feira, dia 10, será a etapa de habilitação das usinas e no dia 28 de novembro ocorrerá o leilão de energia A-5, que terá valor equilibrado e competitivo para o setor, da ordem de R$ 209,00 o megawatts.
Afonso Hamm pontua que este projeto é a garantia de um futuro com emprego renda, novos negócios e principalmente energia com qualidade. “O novo investimento irá incrementar a economia regional, aumentar a oferta de energia firme e segura para os próximos anos, além de oportunizar a geração de mais empregos”, sintetiza o parlamentar ao salientar que a Frente Parlamentar tem trabalhado pela maior inclusão do carvão mineral na matriz energética.
Hamm comenta que atualmente, o Estado importa mais de 60% da energia que consome. “O grande beneficiado será o consumidor que terá garantia de energia e consequentemente preços adequados e também o desenvolvimento econômico e social do Estado”, ressalta.
Na opinião do prefeito de Candiota, esse projeto é de extrema relevância para o país, em especial para o Rio Grande do Sul. “A Tractebel é uma empresa que está trazendo para região novo conceito de tecnologia, sustentabilidade, qualificação e geração de mais empregos”, conclui.

[conteudo] =>

A Frente Parlamentar do Carvão Mineral, presidida pelo deputado federal Afonso Hamm (PP-RS) comemora importante anuncio para o setor do carvão mineral. O IBAMA emitiu nesta quinta-feira, a licença ambiental prévia para instalação da UTE Pampa Sul, no município de Candiota.
Nesta semana, Afonso Hamm, junto com o os representantes da Tractebel Energia, diretor Desenvolvimento de Negócios, Hugo Stamm; Diretor de Projetos, José Laydner e o prefeito de Candiota, Luiz Carlos Folador, estiveram reunidos com o presidente do IBAMA, Volney Zanardi Junior.
Na ocasião, o presidente ressaltou que a empresa responsável por esse projeto seguiu as etapas estabelecidas, realizou as audiências públicas de apresentação e de discussão do relatório de impacto ambiental (RIMA) da Usina Termelétrica Pampa Sul.
Investimentos
Os diretores da Tractebel, responsável pelo projeto, informam que o investimento na região é na ordem de R$ 2 bilhões com a construção da usina termelétrica e que deverá gerar dois mil empregos diretos e de cinco a oito mil indiretos. A capacidade instalada, em sua primeira fase, será de 340 megawatts (MW) de potência. Conforme Stamm, na segunda-feira, dia 10, será a etapa de habilitação das usinas e no dia 28 de novembro ocorrerá o leilão de energia A-5, que terá valor equilibrado e competitivo para o setor, da ordem de R$ 209,00 o megawatts.
Afonso Hamm pontua que este projeto é a garantia de um futuro com emprego renda, novos negócios e principalmente energia com qualidade. “O novo investimento irá incrementar a economia regional, aumentar a oferta de energia firme e segura para os próximos anos, além de oportunizar a geração de mais empregos”, sintetiza o parlamentar ao salientar que a Frente Parlamentar tem trabalhado pela maior inclusão do carvão mineral na matriz energética.
Hamm comenta que atualmente, o Estado importa mais de 60% da energia que consome. “O grande beneficiado será o consumidor que terá garantia de energia e consequentemente preços adequados e também o desenvolvimento econômico e social do Estado”, ressalta.
Na opinião do prefeito de Candiota, esse projeto é de extrema relevância para o país, em especial para o Rio Grande do Sul. “A Tractebel é uma empresa que está trazendo para região novo conceito de tecnologia, sustentabilidade, qualificação e geração de mais empregos”, conclui.

[8] => [palavra_chave] => [9] => S [publica] => S [10] => 0 [i_usuario] => 0 [11] => 2014-11-13 11:22:05 [dt_sistema] => 2014-11-13 11:22:05 [12] => [foto] => [13] => [capa] => )

IBAMA emite licença ambiental prévia da UTE Pampa Sul

13/11/2014

A Frente Parlamentar do Carvão Mineral, presidida pelo deputado federal Afonso Hamm (PP-RS) comemora importante anuncio para o setor do carvão mineral. O IBAMA emitiu nesta quinta-feira, a licença ambiental prévia para instalação da UTE Pampa Sul, no município de Candiota.
Nesta semana, Afonso Hamm, junto com o os representantes da Tractebel Energia, diretor Desenvolvimento de Negócios, Hugo Stamm; Diretor de Projetos, José Laydner e o prefeito de Candiota, Luiz Carlos Folador, estiveram reunidos com o presidente do IBAMA, Volney Zanardi Junior.
Na ocasião, o presidente ressaltou que a empresa responsável por esse projeto seguiu as etapas estabelecidas, realizou as audiências públicas de apresentação e de discussão do relatório de impacto ambiental (RIMA) da Usina Termelétrica Pampa Sul.
Investimentos
Os diretores da Tractebel, responsável pelo projeto, informam que o investimento na região é na ordem de R$ 2 bilhões com a construção da usina termelétrica e que deverá gerar dois mil empregos diretos e de cinco a oito mil indiretos. A capacidade instalada, em sua primeira fase, será de 340 megawatts (MW) de potência. Conforme Stamm, na segunda-feira, dia 10, será a etapa de habilitação das usinas e no dia 28 de novembro ocorrerá o leilão de energia A-5, que terá valor equilibrado e competitivo para o setor, da ordem de R$ 209,00 o megawatts.
Afonso Hamm pontua que este projeto é a garantia de um futuro com emprego renda, novos negócios e principalmente energia com qualidade. “O novo investimento irá incrementar a economia regional, aumentar a oferta de energia firme e segura para os próximos anos, além de oportunizar a geração de mais empregos”, sintetiza o parlamentar ao salientar que a Frente Parlamentar tem trabalhado pela maior inclusão do carvão mineral na matriz energética.
Hamm comenta que atualmente, o Estado importa mais de 60% da energia que consome. “O grande beneficiado será o consumidor que terá garantia de energia e consequentemente preços adequados e também o desenvolvimento econômico e social do Estado”, ressalta.
Na opinião do prefeito de Candiota, esse projeto é de extrema relevância para o país, em especial para o Rio Grande do Sul. “A Tractebel é uma empresa que está trazendo para região novo conceito de tecnologia, sustentabilidade, qualificação e geração de mais empregos”, conclui.

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351