Acesso Restrito
Array
(
    [0] => 1
    [i_empresa] => 1
    [1] => 374
    [i_conteudo] => 374
    [2] => 0
    [i_subarea] => 0
    [3] => 2014-08-27
    [dt_conteudo] => 2014-08-27
    [4] => Afonso Hamm comenta sobre o preço teto para as termelétricas a carvão mineral
    [titulo] => Afonso Hamm comenta sobre o preço teto para as termelétricas a carvão mineral
    [5] => 
    [autor] => 
    [6] => A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou na última terça-feira o edital do leilão de energia nova para entrega a partir de 2019 (leilão A-5), que ocorrerá em 30 de setembro.
    [resumo] => A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou na última terça-feira o edital do leilão de energia nova para entrega a partir de 2019 (leilão A-5), que ocorrerá em 30 de setembro.
    [7] => 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou na última terça-feira o edital do leilão de energia nova para entrega a partir de 2019 (leilão A-5), que ocorrerá em 30 de setembro. O presidente da Frente Parlamentar do Carvão Mineral, deputado federal Afonso Hamm (PP-RS), durante agenda em Candiota na noite de terça-feira, anunciou que o preço-teto para as usinas termelétricas a carvão mineral ficou em R$ 197 reais por megawatt-hora.

Hamm destaca que esse valor dará condições para que os projetos inscritos das termelétricas a carvão mineral participem do leilão de energia A-5. Ele observa que essa conquista do prelo-teto foi uma bandeira levantada pela Frente Parlamentar do Carvão Mineral. O parlamentar comenta que a geração de térmicas, com uso de tecnologia adequada e com licença ambiental, geram energia com custo compatível, de forma planejada. “O uso de energia firme irá viabilizar a geração de diversos investimentos e de novos empregos em todas as regiões carboníferas”, salienta.          

[conteudo] =>

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou na última terça-feira o edital do leilão de energia nova para entrega a partir de 2019 (leilão A-5), que ocorrerá em 30 de setembro. O presidente da Frente Parlamentar do Carvão Mineral, deputado federal Afonso Hamm (PP-RS), durante agenda em Candiota na noite de terça-feira, anunciou que o preço-teto para as usinas termelétricas a carvão mineral ficou em R$ 197 reais por megawatt-hora.

Hamm destaca que esse valor dará condições para que os projetos inscritos das termelétricas a carvão mineral participem do leilão de energia A-5. Ele observa que essa conquista do prelo-teto foi uma bandeira levantada pela Frente Parlamentar do Carvão Mineral. O parlamentar comenta que a geração de térmicas, com uso de tecnologia adequada e com licença ambiental, geram energia com custo compatível, de forma planejada. “O uso de energia firme irá viabilizar a geração de diversos investimentos e de novos empregos em todas as regiões carboníferas”, salienta.          

[8] => [palavra_chave] => [9] => S [publica] => S [10] => 0 [i_usuario] => 0 [11] => 2014-09-09 14:17:11 [dt_sistema] => 2014-09-09 14:17:11 [12] => [foto] => [13] => [capa] => )

Afonso Hamm comenta sobre o preço teto para as termelétricas a carvão mineral

27/08/2014

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou na última terça-feira o edital do leilão de energia nova para entrega a partir de 2019 (leilão A-5), que ocorrerá em 30 de setembro. O presidente da Frente Parlamentar do Carvão Mineral, deputado federal Afonso Hamm (PP-RS), durante agenda em Candiota na noite de terça-feira, anunciou que o preço-teto para as usinas termelétricas a carvão mineral ficou em R$ 197 reais por megawatt-hora.

Hamm destaca que esse valor dará condições para que os projetos inscritos das termelétricas a carvão mineral participem do leilão de energia A-5. Ele observa que essa conquista do prelo-teto foi uma bandeira levantada pela Frente Parlamentar do Carvão Mineral. O parlamentar comenta que a geração de térmicas, com uso de tecnologia adequada e com licença ambiental, geram energia com custo compatível, de forma planejada. “O uso de energia firme irá viabilizar a geração de diversos investimentos e de novos empregos em todas as regiões carboníferas”, salienta.          

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351