Acesso Restrito
Array
(
    [0] => 1
    [i_empresa] => 1
    [1] => 336
    [i_conteudo] => 336
    [2] => 0
    [i_subarea] => 0
    [3] => 2014-06-02
    [dt_conteudo] => 2014-06-02
    [4] => SESI inicia programa voltado para a indústria da mineração
    [titulo] => SESI inicia programa voltado para a indústria da mineração
    [5] => Paula Darós - Novo Texto Comunicação
    [autor] => Paula Darós - Novo Texto Comunicação
    [6] => Com o foco em discutir a Segurança e Saúde no Trabalho para o campo da Mineração – inovação, dificuldades e soluções, o SESI deu início a um programa voltado para a indústria da mineração, que resultará em um portfólio de soluções para o segmento. 
    [resumo] => Com o foco em discutir a Segurança e Saúde no Trabalho para o campo da Mineração – inovação, dificuldades e soluções, o SESI deu início a um programa voltado para a indústria da mineração, que resultará em um portfólio de soluções para o segmento. 
    [7] => 

Com o foco em discutir a Segurança e Saúde no Trabalho para o campo da Mineração – inovação, dificuldades e soluções, o SESI deu início a um programa voltado para a indústria da mineração, que resultará em um portfólio de soluções para o segmento. Considerando a importância econômica do segmento e o cenário atual da segurança do trabalho no setor, o SESI pretende aprofundar suas ações e lançar um olhar apurado sobre este segmento da indústria, buscando desenvolver e incorporar soluções para melhorar a qualidade de vida, a segurança e a saúde dos trabalhadores que atuam na produção mineral e consequentemente fortalecendo do segmento.

Com representação em dez estados, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais, Espirito Santo, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Bahia, Pará e Goiás, a rede SESI de Mineração conta com representantes profissionais de saúde e segurança no trabalho. Em Santa Catarina, a Engenheira de Segurança no Trabalho, Migliane Réus de Mello é a Supervisora de Segurança do Trabalho da Regional Sul do SESI/SC.

Em SC o setor mineral é responsável principalmente pela extração de carvão e minerais não metálicos (insumos cerâmicos). As ocorrências de carvão estão principalmente na região sul do estado e representam fator importante para o desenvolvimento econômico regional. “Dentre as ações da Rede de Mineração destaca-se a realização de Painéis de Especialistas em todos os estados participantes. O Painel é uma ferramenta de consulta a especialistas que o Departamento Nacional (DN) do SESI vem implementando por permitir obter informações aprofundadas sobre os segmentos industriais”, explica a engenheira.

O Painel de especialistas é um encontro estruturado entre profissionais especialistas que são considerados referência na área que busca a interação para alcançar um determinado grau de consenso relacionado a um tema específico. Trata-se de uma forma interessante de obter percepções de especialistas  a fim de identificar problemas e soluções setoriais que precisam ser solucionados.

O 1º Painel de Especialistas voltado para o segmento da mineração ocorreu em Salvador/BA e contou com a participação de especialistas do IBRAM, DNPM, MTE, Sindicatos, Universidades e Empresas da Região.

Em SC o Painel de Especialistas ocorreu no dia 21/05/2014 e contou com a participação de 12 especialistas. A iniciativa foi bem recebida pelos especialistas que participaram do painel. A representação incluiu especialistas ligados á indústrias da região, autônomos, entidades representativas, além de sindicato e ministério do trabalho.

Alguns dos participantes do Painel de Especialistas fazem parte da CRSM. – Comissão Regional do Setor Mineral, proposta pela Delegacia Regional do Trabalho em Santa Catarina — DRTISC com o objetivo principal de acompanhar a implementação da norma regulamentadora — NR 22 — Segurança e Saúde Ocupacional na Mineração junto ao setor carbonífero da região sul de Santa Catarina.

A discussão rendeu bons frutos e aproximou os profissionais do segmento. “E, a ideia não é parar por aqui, o SESI pretende fazer parte da história de melhorias na indústria de mineração tornando-a mais segura e saudável, fortalecendo o setor e contribuindo para qualidade de vida do trabalhador. O SESI tem muito a contribuir, principalmente no que diz respeito às pequenas e médias empresas, desde a conscientização para uma mudança de cultura até a adoção de programas voltados para os trabalhadores”, finaliza Mello.

[conteudo] =>

Com o foco em discutir a Segurança e Saúde no Trabalho para o campo da Mineração – inovação, dificuldades e soluções, o SESI deu início a um programa voltado para a indústria da mineração, que resultará em um portfólio de soluções para o segmento. Considerando a importância econômica do segmento e o cenário atual da segurança do trabalho no setor, o SESI pretende aprofundar suas ações e lançar um olhar apurado sobre este segmento da indústria, buscando desenvolver e incorporar soluções para melhorar a qualidade de vida, a segurança e a saúde dos trabalhadores que atuam na produção mineral e consequentemente fortalecendo do segmento.

Com representação em dez estados, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais, Espirito Santo, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Bahia, Pará e Goiás, a rede SESI de Mineração conta com representantes profissionais de saúde e segurança no trabalho. Em Santa Catarina, a Engenheira de Segurança no Trabalho, Migliane Réus de Mello é a Supervisora de Segurança do Trabalho da Regional Sul do SESI/SC.

Em SC o setor mineral é responsável principalmente pela extração de carvão e minerais não metálicos (insumos cerâmicos). As ocorrências de carvão estão principalmente na região sul do estado e representam fator importante para o desenvolvimento econômico regional. “Dentre as ações da Rede de Mineração destaca-se a realização de Painéis de Especialistas em todos os estados participantes. O Painel é uma ferramenta de consulta a especialistas que o Departamento Nacional (DN) do SESI vem implementando por permitir obter informações aprofundadas sobre os segmentos industriais”, explica a engenheira.

O Painel de especialistas é um encontro estruturado entre profissionais especialistas que são considerados referência na área que busca a interação para alcançar um determinado grau de consenso relacionado a um tema específico. Trata-se de uma forma interessante de obter percepções de especialistas  a fim de identificar problemas e soluções setoriais que precisam ser solucionados.

O 1º Painel de Especialistas voltado para o segmento da mineração ocorreu em Salvador/BA e contou com a participação de especialistas do IBRAM, DNPM, MTE, Sindicatos, Universidades e Empresas da Região.

Em SC o Painel de Especialistas ocorreu no dia 21/05/2014 e contou com a participação de 12 especialistas. A iniciativa foi bem recebida pelos especialistas que participaram do painel. A representação incluiu especialistas ligados á indústrias da região, autônomos, entidades representativas, além de sindicato e ministério do trabalho.

Alguns dos participantes do Painel de Especialistas fazem parte da CRSM. – Comissão Regional do Setor Mineral, proposta pela Delegacia Regional do Trabalho em Santa Catarina — DRTISC com o objetivo principal de acompanhar a implementação da norma regulamentadora — NR 22 — Segurança e Saúde Ocupacional na Mineração junto ao setor carbonífero da região sul de Santa Catarina.

A discussão rendeu bons frutos e aproximou os profissionais do segmento. “E, a ideia não é parar por aqui, o SESI pretende fazer parte da história de melhorias na indústria de mineração tornando-a mais segura e saudável, fortalecendo o setor e contribuindo para qualidade de vida do trabalhador. O SESI tem muito a contribuir, principalmente no que diz respeito às pequenas e médias empresas, desde a conscientização para uma mudança de cultura até a adoção de programas voltados para os trabalhadores”, finaliza Mello.

[8] => [palavra_chave] => [9] => S [publica] => S [10] => 0 [i_usuario] => 0 [11] => 2014-06-04 09:53:54 [dt_sistema] => 2014-06-04 09:53:54 [12] => [foto] => [13] => [capa] => )

SESI inicia programa voltado para a indústria da mineração

02/06/2014

Paula Darós - Novo Texto Comunicação

Com o foco em discutir a Segurança e Saúde no Trabalho para o campo da Mineração – inovação, dificuldades e soluções, o SESI deu início a um programa voltado para a indústria da mineração, que resultará em um portfólio de soluções para o segmento. Considerando a importância econômica do segmento e o cenário atual da segurança do trabalho no setor, o SESI pretende aprofundar suas ações e lançar um olhar apurado sobre este segmento da indústria, buscando desenvolver e incorporar soluções para melhorar a qualidade de vida, a segurança e a saúde dos trabalhadores que atuam na produção mineral e consequentemente fortalecendo do segmento.

Com representação em dez estados, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais, Espirito Santo, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Bahia, Pará e Goiás, a rede SESI de Mineração conta com representantes profissionais de saúde e segurança no trabalho. Em Santa Catarina, a Engenheira de Segurança no Trabalho, Migliane Réus de Mello é a Supervisora de Segurança do Trabalho da Regional Sul do SESI/SC.

Em SC o setor mineral é responsável principalmente pela extração de carvão e minerais não metálicos (insumos cerâmicos). As ocorrências de carvão estão principalmente na região sul do estado e representam fator importante para o desenvolvimento econômico regional. “Dentre as ações da Rede de Mineração destaca-se a realização de Painéis de Especialistas em todos os estados participantes. O Painel é uma ferramenta de consulta a especialistas que o Departamento Nacional (DN) do SESI vem implementando por permitir obter informações aprofundadas sobre os segmentos industriais”, explica a engenheira.

O Painel de especialistas é um encontro estruturado entre profissionais especialistas que são considerados referência na área que busca a interação para alcançar um determinado grau de consenso relacionado a um tema específico. Trata-se de uma forma interessante de obter percepções de especialistas  a fim de identificar problemas e soluções setoriais que precisam ser solucionados.

O 1º Painel de Especialistas voltado para o segmento da mineração ocorreu em Salvador/BA e contou com a participação de especialistas do IBRAM, DNPM, MTE, Sindicatos, Universidades e Empresas da Região.

Em SC o Painel de Especialistas ocorreu no dia 21/05/2014 e contou com a participação de 12 especialistas. A iniciativa foi bem recebida pelos especialistas que participaram do painel. A representação incluiu especialistas ligados á indústrias da região, autônomos, entidades representativas, além de sindicato e ministério do trabalho.

Alguns dos participantes do Painel de Especialistas fazem parte da CRSM. – Comissão Regional do Setor Mineral, proposta pela Delegacia Regional do Trabalho em Santa Catarina — DRTISC com o objetivo principal de acompanhar a implementação da norma regulamentadora — NR 22 — Segurança e Saúde Ocupacional na Mineração junto ao setor carbonífero da região sul de Santa Catarina.

A discussão rendeu bons frutos e aproximou os profissionais do segmento. “E, a ideia não é parar por aqui, o SESI pretende fazer parte da história de melhorias na indústria de mineração tornando-a mais segura e saudável, fortalecendo o setor e contribuindo para qualidade de vida do trabalhador. O SESI tem muito a contribuir, principalmente no que diz respeito às pequenas e médias empresas, desde a conscientização para uma mudança de cultura até a adoção de programas voltados para os trabalhadores”, finaliza Mello.

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351