Acesso Restrito
Array
(
    [0] => 1
    [i_empresa] => 1
    [1] => 304
    [i_conteudo] => 304
    [2] => 0
    [i_subarea] => 0
    [3] => 2014-04-04
    [dt_conteudo] => 2014-04-04
    [4] => Nova mina de carvão implantada em Treviso
    [titulo] => Nova mina de carvão implantada em Treviso
    [5] => Lucas Jorge
    [autor] => Lucas Jorge
    [6] => Na manhã desta sexta-feira foi assinada, durante o evento do voo inaugural no Aeroporto de Jaguaruna, a Licença Ambiental de Instalação (LAI) da nova mina da Carbonífera Criciúma. 
    [resumo] => Na manhã desta sexta-feira foi assinada, durante o evento do voo inaugural no Aeroporto de Jaguaruna, a Licença Ambiental de Instalação (LAI) da nova mina da Carbonífera Criciúma. 
    [7] => 

Na manhã desta sexta-feira (4/4) foi assinada, durante o evento do voo inaugural no Aeroporto de Jaguaruna, a Licença Ambiental de Instalação (LAI) da nova mina da Carbonífera Criciúma. O empreendimento será implantado no município de Treviso e terá um investimento de aproximadamente R$ 15 milhões.

A nova mina deverá assegurar a produção de carvão necessária para o abastecimento do Complexo Termelétrico de Jorge Lacerda. 

“Essa assinatura mostra o empenho do setor carbonífero em investir na ampliação de produção no momento que a operação das usinas térmicas a carvão, as térmicas mais baratas, estão contribuindo com a segurança energética brasileira sendo que as usinas hidráulicas estão em dificuldades de atender a demanda de energia elétrica do Brasil”, afirma o secretário executivo do Sindicato da Indústria de Extração de Carvão do Estado de Santa Catarina (Siecesc), Fernando Zancan.

Segundo Zancan o Governo Estadual apoiou a iniciativa. “O apoio do governo, na pessoa do vice-governador Eduardo Moreira, vendo a necessidade de ampliar a produção de carvão, que gera emprego e renda em nossa região, foi importante para que o órgão ambiental fosse sensível a necessidade pública de vencer a burocracia necessária para emissão de licenças ambientais”, diz o secretário executivo do Siecesc.

[conteudo] =>

Na manhã desta sexta-feira (4/4) foi assinada, durante o evento do voo inaugural no Aeroporto de Jaguaruna, a Licença Ambiental de Instalação (LAI) da nova mina da Carbonífera Criciúma. O empreendimento será implantado no município de Treviso e terá um investimento de aproximadamente R$ 15 milhões.

A nova mina deverá assegurar a produção de carvão necessária para o abastecimento do Complexo Termelétrico de Jorge Lacerda. 

“Essa assinatura mostra o empenho do setor carbonífero em investir na ampliação de produção no momento que a operação das usinas térmicas a carvão, as térmicas mais baratas, estão contribuindo com a segurança energética brasileira sendo que as usinas hidráulicas estão em dificuldades de atender a demanda de energia elétrica do Brasil”, afirma o secretário executivo do Sindicato da Indústria de Extração de Carvão do Estado de Santa Catarina (Siecesc), Fernando Zancan.

Segundo Zancan o Governo Estadual apoiou a iniciativa. “O apoio do governo, na pessoa do vice-governador Eduardo Moreira, vendo a necessidade de ampliar a produção de carvão, que gera emprego e renda em nossa região, foi importante para que o órgão ambiental fosse sensível a necessidade pública de vencer a burocracia necessária para emissão de licenças ambientais”, diz o secretário executivo do Siecesc.

[8] => [palavra_chave] => [9] => S [publica] => S [10] => 0 [i_usuario] => 0 [11] => 2014-04-10 13:56:42 [dt_sistema] => 2014-04-10 13:56:42 [12] => [foto] => [13] => [capa] => )

Nova mina de carvão implantada em Treviso

04/04/2014

Lucas Jorge

Na manhã desta sexta-feira (4/4) foi assinada, durante o evento do voo inaugural no Aeroporto de Jaguaruna, a Licença Ambiental de Instalação (LAI) da nova mina da Carbonífera Criciúma. O empreendimento será implantado no município de Treviso e terá um investimento de aproximadamente R$ 15 milhões.

A nova mina deverá assegurar a produção de carvão necessária para o abastecimento do Complexo Termelétrico de Jorge Lacerda. 

“Essa assinatura mostra o empenho do setor carbonífero em investir na ampliação de produção no momento que a operação das usinas térmicas a carvão, as térmicas mais baratas, estão contribuindo com a segurança energética brasileira sendo que as usinas hidráulicas estão em dificuldades de atender a demanda de energia elétrica do Brasil”, afirma o secretário executivo do Sindicato da Indústria de Extração de Carvão do Estado de Santa Catarina (Siecesc), Fernando Zancan.

Segundo Zancan o Governo Estadual apoiou a iniciativa. “O apoio do governo, na pessoa do vice-governador Eduardo Moreira, vendo a necessidade de ampliar a produção de carvão, que gera emprego e renda em nossa região, foi importante para que o órgão ambiental fosse sensível a necessidade pública de vencer a burocracia necessária para emissão de licenças ambientais”, diz o secretário executivo do Siecesc.

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351