Acesso Restrito
Array
(
    [0] => 1
    [i_empresa] => 1
    [1] => 296
    [i_conteudo] => 296
    [2] => 0
    [i_subarea] => 0
    [3] => 2014-03-18
    [dt_conteudo] => 2014-03-18
    [4] => Diferenças das termelétricas
    [titulo] => Diferenças das termelétricas
    [5] => Luiz Antonio DuBois Ferreira
    [autor] => Luiz Antonio DuBois Ferreira
    [6] => Diante das recentes notícias sobre o valor da energia elétrica, é fundamental que fique bastante claro o fato de que o preço de valores extremamente elevados deve-se à utilização de óleo combustível para a geração.
    [resumo] => Diante das recentes notícias sobre o valor da energia elétrica, é fundamental que fique bastante claro o fato de que o preço de valores extremamente elevados deve-se à utilização de óleo combustível para a geração.
    [7] => 

Diante das recentes notícias sobre o valor da energia elétrica, é fundamental que fique bastante claro o fato de que o preço de valores extremamente elevados deve-se à utilização de óleo combustível para a geração. O carvão mineral, gás, energia eólica e biomassa não têm qualquer responsabilidade com o que está ocorrendo. Basta lembrar que o valor máximo estipulado, no último leilão promovido pelo Ministério das Minas e Energia, para unidades termoelétricas alimentadas com carvão mineral foi de R$ 140,00 por MW. Neste patamar estabelecido, não houve nenhuma empresa interessada. A mídia impressa registra que o preço do MW, no mercado livre, atinge R$ 900,00!

Seguramente, este preço não é determinado pela geração à base do carvão mineral. Enquanto isto ocorre, nossas jazidas deste bem mineral, sejam pequenas ou consideráveis, permanecem aguardando a necessária utilização. Cada vez fica mais evidente a necessidade de o País modificar seu perfil gerador de energia aumentando a participação das termoelétricas a carvão, as quais poderão manter uma geração firme, independentemente das agruras climáticas.

Geólogo, ex-diretor do DNPM

[conteudo] =>

Diante das recentes notícias sobre o valor da energia elétrica, é fundamental que fique bastante claro o fato de que o preço de valores extremamente elevados deve-se à utilização de óleo combustível para a geração. O carvão mineral, gás, energia eólica e biomassa não têm qualquer responsabilidade com o que está ocorrendo. Basta lembrar que o valor máximo estipulado, no último leilão promovido pelo Ministério das Minas e Energia, para unidades termoelétricas alimentadas com carvão mineral foi de R$ 140,00 por MW. Neste patamar estabelecido, não houve nenhuma empresa interessada. A mídia impressa registra que o preço do MW, no mercado livre, atinge R$ 900,00!

Seguramente, este preço não é determinado pela geração à base do carvão mineral. Enquanto isto ocorre, nossas jazidas deste bem mineral, sejam pequenas ou consideráveis, permanecem aguardando a necessária utilização. Cada vez fica mais evidente a necessidade de o País modificar seu perfil gerador de energia aumentando a participação das termoelétricas a carvão, as quais poderão manter uma geração firme, independentemente das agruras climáticas.

Geólogo, ex-diretor do DNPM

[8] => [palavra_chave] => [9] => S [publica] => S [10] => 0 [i_usuario] => 0 [11] => 2014-03-26 14:41:48 [dt_sistema] => 2014-03-26 14:41:48 [12] => [foto] => [13] => [capa] => )

Diferenças das termelétricas

18/03/2014

Luiz Antonio DuBois Ferreira

Diante das recentes notícias sobre o valor da energia elétrica, é fundamental que fique bastante claro o fato de que o preço de valores extremamente elevados deve-se à utilização de óleo combustível para a geração. O carvão mineral, gás, energia eólica e biomassa não têm qualquer responsabilidade com o que está ocorrendo. Basta lembrar que o valor máximo estipulado, no último leilão promovido pelo Ministério das Minas e Energia, para unidades termoelétricas alimentadas com carvão mineral foi de R$ 140,00 por MW. Neste patamar estabelecido, não houve nenhuma empresa interessada. A mídia impressa registra que o preço do MW, no mercado livre, atinge R$ 900,00!

Seguramente, este preço não é determinado pela geração à base do carvão mineral. Enquanto isto ocorre, nossas jazidas deste bem mineral, sejam pequenas ou consideráveis, permanecem aguardando a necessária utilização. Cada vez fica mais evidente a necessidade de o País modificar seu perfil gerador de energia aumentando a participação das termoelétricas a carvão, as quais poderão manter uma geração firme, independentemente das agruras climáticas.

Geólogo, ex-diretor do DNPM

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351