Acesso Restrito
Array
(
    [0] => 1
    [i_empresa] => 1
    [1] => 293
    [i_conteudo] => 293
    [2] => 0
    [i_subarea] => 0
    [3] => 2014-03-12
    [dt_conteudo] => 2014-03-12
    [4] => Mineiros de Lauro Müller e Forquilinha encerram greve e retomam atividades
    [titulo] => Mineiros de Lauro Müller e Forquilinha encerram greve e retomam atividades
    [5] => 
    [autor] => 
    [6] => Os mineiros das cidades de Criciúma, Treviso, Siderópolis e Içara, no Sul do Estado, encerraram nesta terça-feira (11) o movimento grevista após aceitarem proposta patronal de reajuste de 10,5% (5,56% de reposição da inflação mais aumento real de 4,94%).
    [resumo] => Os mineiros das cidades de Criciúma, Treviso, Siderópolis e Içara, no Sul do Estado, encerraram nesta terça-feira (11) o movimento grevista após aceitarem proposta patronal de reajuste de 10,5% (5,56% de reposição da inflação mais aumento real de 4,94%).
    [7] => 

Os mineiros das cidades de Criciúma, Treviso, Siderópolis e Içara, no Sul do Estado, encerraram nesta terça-feira (11) o movimento grevista após aceitarem proposta patronal de reajuste de 10,5% (5,56% de reposição da inflação mais aumento real de 4,94%).

Os trabalhadores de Lauro Müller e Forquilhinha realizaram suas assembleias apenas hoje, mas seguiram o indicativo da categoria nas outras cidades e encerraram a greve, retomando imediatamente suas atividades após aprovação unânime da proposta de reajuste feita pelos empregadores.

Para o presidente do Sindicato dos Mineiros de Lauro Müller e Orleans, Lourival Elias Filho, o aumento concedido corresponde às expectativas dos mineiros.

– Nossa ideia era conseguir ultrapassar os 10%, talvez chegar aos 11%. Então os 10,5% para o momento é um bom compromisso – diz Lourival.

Quanto aos três dias de paralisação, os trabalhadores de Lauro Müller terão dois dias abonados e o terceiro será recuperado em um sábado. Já em Forquilhinha, haverá a diminuição de três dias no período de férias. 

[conteudo] =>

Os mineiros das cidades de Criciúma, Treviso, Siderópolis e Içara, no Sul do Estado, encerraram nesta terça-feira (11) o movimento grevista após aceitarem proposta patronal de reajuste de 10,5% (5,56% de reposição da inflação mais aumento real de 4,94%).

Os trabalhadores de Lauro Müller e Forquilhinha realizaram suas assembleias apenas hoje, mas seguiram o indicativo da categoria nas outras cidades e encerraram a greve, retomando imediatamente suas atividades após aprovação unânime da proposta de reajuste feita pelos empregadores.

Para o presidente do Sindicato dos Mineiros de Lauro Müller e Orleans, Lourival Elias Filho, o aumento concedido corresponde às expectativas dos mineiros.

– Nossa ideia era conseguir ultrapassar os 10%, talvez chegar aos 11%. Então os 10,5% para o momento é um bom compromisso – diz Lourival.

Quanto aos três dias de paralisação, os trabalhadores de Lauro Müller terão dois dias abonados e o terceiro será recuperado em um sábado. Já em Forquilhinha, haverá a diminuição de três dias no período de férias. 

[8] => [palavra_chave] => [9] => S [publica] => S [10] => 0 [i_usuario] => 0 [11] => 2014-03-20 14:15:31 [dt_sistema] => 2014-03-20 14:15:31 [12] => [foto] => [13] => [capa] => )

Mineiros de Lauro Müller e Forquilinha encerram greve e retomam atividades

12/03/2014

Os mineiros das cidades de Criciúma, Treviso, Siderópolis e Içara, no Sul do Estado, encerraram nesta terça-feira (11) o movimento grevista após aceitarem proposta patronal de reajuste de 10,5% (5,56% de reposição da inflação mais aumento real de 4,94%).

Os trabalhadores de Lauro Müller e Forquilhinha realizaram suas assembleias apenas hoje, mas seguiram o indicativo da categoria nas outras cidades e encerraram a greve, retomando imediatamente suas atividades após aprovação unânime da proposta de reajuste feita pelos empregadores.

Para o presidente do Sindicato dos Mineiros de Lauro Müller e Orleans, Lourival Elias Filho, o aumento concedido corresponde às expectativas dos mineiros.

– Nossa ideia era conseguir ultrapassar os 10%, talvez chegar aos 11%. Então os 10,5% para o momento é um bom compromisso – diz Lourival.

Quanto aos três dias de paralisação, os trabalhadores de Lauro Müller terão dois dias abonados e o terceiro será recuperado em um sábado. Já em Forquilhinha, haverá a diminuição de três dias no período de férias. 

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351