Acesso Restrito
Array
(
    [0] => 1
    [i_empresa] => 1
    [1] => 247
    [i_conteudo] => 247
    [2] => 0
    [i_subarea] => 0
    [3] => 2013-12-02
    [dt_conteudo] => 2013-12-02
    [4] => Obras da fábrica de caminhões em Guaíba devem começar em janeiro
    [titulo] => Obras da fábrica de caminhões em Guaíba devem começar em janeiro
    [5] => Rosane de Oliveira / Zero Hora
    [autor] => Rosane de Oliveira / Zero Hora
    [6] => Durou 14 horas a primeira jornada de trabalho do governador Tarso Genro e da comitiva que o acompanha na China. 
    [resumo] => Durou 14 horas a primeira jornada de trabalho do governador Tarso Genro e da comitiva que o acompanha na China. 
    [7] => 

Durou 14 horas a primeira jornada de trabalho do governador Tarso Genro e da comitiva que o acompanha na China. O dia começou com uma notícia promissora, a confirmação da data para o início das obras da fábrica de caminhões da Foton em Guaíba, e terminou com um jantar repleto de manifestações de interesse da empresa China Machinery Engineering Corporation (CMEC) de investir no RS.

A CMEC atua em tantas áreas que poderia se candidatar a investir em qualquer um dos projetos em andamento ou em fase de esboço pelo Piratini. Demonstrando que estavam bem informados sobre o Estado, os dirigentes da CMEC mencionaram as reservas de carvão e o interesse em investir em energia térmica. Também mostraram que estão por dentro do projeto da ERS-010, mas não sabem como entrar na licitação. Tarso sugeriu que o grupo se alie a uma empresa brasileira para disputar o leilão.

Pela manhã, na visita à sede da Foton, Tarso ouviu dos dirigentes da empresa elogios ao ex-ministro das Comunicações Luiz Carlos Mendonça de Barros, que se associou aos chineses para produzir os caminhões de 16 toneladas em Guaíba. O próprio Mendonça, presidente da Foton Aumark do Brasil, aconselhou o governador a lutar por uma fábrica de automóveis da Foton, já que a empresa está entrando nesse segmento.

— Não tenho mais idade para isso, fico só com a fábrica de caminhões, mas o governador deveria tentar levar uma fábrica de carros — disse o ex-ministro, que, durante o governo FH, também presidiu o BNDES.

No encontro, foram exibidas imagens de tudo o que a Foton fabrica. Com 40 mil funcionários, a companhia é a maior fabricante de caminhões do mundo e produz, também, ônibus, automóveis e vans. A empresa elegeu cinco países emergentes como prioridade para investimentos: Brasil, México, Indonésia e Rússia. Com 17 anos de existência, já produziu 5,26 milhões de unidades.

Escolas de Rosário do Sul vão testar web via rádio

Com a inclusão do empreendimento no Inovar-Auto — novo programa federal de incentivo ao setor —, enquanto constrói a fábrica de Guaíba a Foton poderá importar 8,5 mil caminhões e, assim, formar sua rede de distribuidores até começar a produção, prevista para 2016. O início das obras está previsto para janeiro e depende apenas da licença ambiental. Uma missão da Foton visitará o RS em 2014.

À tarde, Tarso assinou acordo com a Huawei, fabricante de equipamentos de comunicação, para testar uma solução tecnológica que pode acelerar a implantação da banda larga nas escolas. O sistema via rádio, que será testado em Rosário do Sul, elimina a necessidade de instalação de fibra óptica.

[conteudo] =>

Durou 14 horas a primeira jornada de trabalho do governador Tarso Genro e da comitiva que o acompanha na China. O dia começou com uma notícia promissora, a confirmação da data para o início das obras da fábrica de caminhões da Foton em Guaíba, e terminou com um jantar repleto de manifestações de interesse da empresa China Machinery Engineering Corporation (CMEC) de investir no RS.

A CMEC atua em tantas áreas que poderia se candidatar a investir em qualquer um dos projetos em andamento ou em fase de esboço pelo Piratini. Demonstrando que estavam bem informados sobre o Estado, os dirigentes da CMEC mencionaram as reservas de carvão e o interesse em investir em energia térmica. Também mostraram que estão por dentro do projeto da ERS-010, mas não sabem como entrar na licitação. Tarso sugeriu que o grupo se alie a uma empresa brasileira para disputar o leilão.

Pela manhã, na visita à sede da Foton, Tarso ouviu dos dirigentes da empresa elogios ao ex-ministro das Comunicações Luiz Carlos Mendonça de Barros, que se associou aos chineses para produzir os caminhões de 16 toneladas em Guaíba. O próprio Mendonça, presidente da Foton Aumark do Brasil, aconselhou o governador a lutar por uma fábrica de automóveis da Foton, já que a empresa está entrando nesse segmento.

— Não tenho mais idade para isso, fico só com a fábrica de caminhões, mas o governador deveria tentar levar uma fábrica de carros — disse o ex-ministro, que, durante o governo FH, também presidiu o BNDES.

No encontro, foram exibidas imagens de tudo o que a Foton fabrica. Com 40 mil funcionários, a companhia é a maior fabricante de caminhões do mundo e produz, também, ônibus, automóveis e vans. A empresa elegeu cinco países emergentes como prioridade para investimentos: Brasil, México, Indonésia e Rússia. Com 17 anos de existência, já produziu 5,26 milhões de unidades.

Escolas de Rosário do Sul vão testar web via rádio

Com a inclusão do empreendimento no Inovar-Auto — novo programa federal de incentivo ao setor —, enquanto constrói a fábrica de Guaíba a Foton poderá importar 8,5 mil caminhões e, assim, formar sua rede de distribuidores até começar a produção, prevista para 2016. O início das obras está previsto para janeiro e depende apenas da licença ambiental. Uma missão da Foton visitará o RS em 2014.

À tarde, Tarso assinou acordo com a Huawei, fabricante de equipamentos de comunicação, para testar uma solução tecnológica que pode acelerar a implantação da banda larga nas escolas. O sistema via rádio, que será testado em Rosário do Sul, elimina a necessidade de instalação de fibra óptica.

[8] => [palavra_chave] => [9] => S [publica] => S [10] => 0 [i_usuario] => 0 [11] => 2013-12-05 15:01:15 [dt_sistema] => 2013-12-05 15:01:15 [12] => [foto] => [13] => [capa] => )

Obras da fábrica de caminhões em Guaíba devem começar em janeiro

02/12/2013

Rosane de Oliveira / Zero Hora

Durou 14 horas a primeira jornada de trabalho do governador Tarso Genro e da comitiva que o acompanha na China. O dia começou com uma notícia promissora, a confirmação da data para o início das obras da fábrica de caminhões da Foton em Guaíba, e terminou com um jantar repleto de manifestações de interesse da empresa China Machinery Engineering Corporation (CMEC) de investir no RS.

A CMEC atua em tantas áreas que poderia se candidatar a investir em qualquer um dos projetos em andamento ou em fase de esboço pelo Piratini. Demonstrando que estavam bem informados sobre o Estado, os dirigentes da CMEC mencionaram as reservas de carvão e o interesse em investir em energia térmica. Também mostraram que estão por dentro do projeto da ERS-010, mas não sabem como entrar na licitação. Tarso sugeriu que o grupo se alie a uma empresa brasileira para disputar o leilão.

Pela manhã, na visita à sede da Foton, Tarso ouviu dos dirigentes da empresa elogios ao ex-ministro das Comunicações Luiz Carlos Mendonça de Barros, que se associou aos chineses para produzir os caminhões de 16 toneladas em Guaíba. O próprio Mendonça, presidente da Foton Aumark do Brasil, aconselhou o governador a lutar por uma fábrica de automóveis da Foton, já que a empresa está entrando nesse segmento.

— Não tenho mais idade para isso, fico só com a fábrica de caminhões, mas o governador deveria tentar levar uma fábrica de carros — disse o ex-ministro, que, durante o governo FH, também presidiu o BNDES.

No encontro, foram exibidas imagens de tudo o que a Foton fabrica. Com 40 mil funcionários, a companhia é a maior fabricante de caminhões do mundo e produz, também, ônibus, automóveis e vans. A empresa elegeu cinco países emergentes como prioridade para investimentos: Brasil, México, Indonésia e Rússia. Com 17 anos de existência, já produziu 5,26 milhões de unidades.

Escolas de Rosário do Sul vão testar web via rádio

Com a inclusão do empreendimento no Inovar-Auto — novo programa federal de incentivo ao setor —, enquanto constrói a fábrica de Guaíba a Foton poderá importar 8,5 mil caminhões e, assim, formar sua rede de distribuidores até começar a produção, prevista para 2016. O início das obras está previsto para janeiro e depende apenas da licença ambiental. Uma missão da Foton visitará o RS em 2014.

À tarde, Tarso assinou acordo com a Huawei, fabricante de equipamentos de comunicação, para testar uma solução tecnológica que pode acelerar a implantação da banda larga nas escolas. O sistema via rádio, que será testado em Rosário do Sul, elimina a necessidade de instalação de fibra óptica.

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351