Acesso Restrito
Array
(
    [0] => 1
    [i_empresa] => 1
    [1] => 229
    [i_conteudo] => 229
    [2] => 0
    [i_subarea] => 0
    [3] => 2013-11-13
    [dt_conteudo] => 2013-11-13
    [4] => Hamm e Zancan reivindicam apoio do MCTI para Carvão Mineral
    [titulo] => Hamm e Zancan reivindicam apoio do MCTI para Carvão Mineral
    [5] => 
    [autor] => 
    [6] => O Secretário Executivo do Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI), Luiz Antonio Rodrigues Elias, recebeu em seu gabinete, na quarta-feira, o presidente da Frente Parlamentar do Carvão Mineral, deputado federal Afonso Hamm (PP-RS) e o presidente da Associação Brasileira do Carvão Mineral, Fernando Zancan.
    [resumo] => O Secretário Executivo do Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI), Luiz Antonio Rodrigues Elias, recebeu em seu gabinete, na quarta-feira, o presidente da Frente Parlamentar do Carvão Mineral, deputado federal Afonso Hamm (PP-RS) e o presidente da Associação Brasileira do Carvão Mineral, Fernando Zancan.
    [7] => 

O Secretário Executivo do Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI), Luiz Antonio Rodrigues Elias, recebeu em seu gabinete, na quarta-feira, o presidente da Frente Parlamentar do Carvão Mineral, deputado federal Afonso Hamm (PP-RS) e o presidente da Associação Brasileira do Carvão Mineral, Fernando Zancan.

Hamm solicitou ao secretário que no ano de 2014, o carvão mineral seja inserido como segmento importante na estratégia do MCTI e novamente fossem alocados recursos para que as universidades e seus pesquisadores pudessem continuar o desenvolvimento tecnológico do carvão mineral.
Por sua vez, Elias afirmou que o Ministério irá apoiar o carvão mineral como um dos segmentos prioritários no MCT.

Agradecimentos

Na oportunidade, as lideranças do setor carbonífero agradeceram o apoio que o Ministério tem concedido ao longo deste ano, o apoio ao IV Congresso Brasileiro do Carvão Mineral e o lançamento dos editais de pesquisa que contemplaram o carvão nacional.

Hamm destacou a importância do apoio do MCTI para a formação de massa crítica para o desenvolvimento da indústria do carvão nacional e ressaltou a importância do trabalho realizado pela Unipampa e de universidades da região da Metade Sul do Estado do RS no que se refere à pesquisa e desenvolvimento do carvão. “O empenho do Ministério tem contribuído na fomentação de uma indústria de carvão que seja sustentável, especialmente no aproveitamento dos subprodutos como cinzas e na produção de fertilizantes”, salienta.

Na oportunidade, o presidente da ABCM, Fernando Zancan, entregou ao secretário, um documento sobre política industrial. Ainda relatou os avanços de ações desenvolvidas pela Associação Brasileira do Carvão Mineral - ABCM para o desenvolvimento tecnológico para uma indústria de baixo carbono. Também comentou sobre o avanço das tecnologias de gasificação de carvões de lata cinza – similares ao carvão nacional e principalmente o desenvolvimento da carboquímica na China, modelo que poderia ser replicado no Brasil.

[conteudo] =>

O Secretário Executivo do Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI), Luiz Antonio Rodrigues Elias, recebeu em seu gabinete, na quarta-feira, o presidente da Frente Parlamentar do Carvão Mineral, deputado federal Afonso Hamm (PP-RS) e o presidente da Associação Brasileira do Carvão Mineral, Fernando Zancan.

Hamm solicitou ao secretário que no ano de 2014, o carvão mineral seja inserido como segmento importante na estratégia do MCTI e novamente fossem alocados recursos para que as universidades e seus pesquisadores pudessem continuar o desenvolvimento tecnológico do carvão mineral.
Por sua vez, Elias afirmou que o Ministério irá apoiar o carvão mineral como um dos segmentos prioritários no MCT.

Agradecimentos

Na oportunidade, as lideranças do setor carbonífero agradeceram o apoio que o Ministério tem concedido ao longo deste ano, o apoio ao IV Congresso Brasileiro do Carvão Mineral e o lançamento dos editais de pesquisa que contemplaram o carvão nacional.

Hamm destacou a importância do apoio do MCTI para a formação de massa crítica para o desenvolvimento da indústria do carvão nacional e ressaltou a importância do trabalho realizado pela Unipampa e de universidades da região da Metade Sul do Estado do RS no que se refere à pesquisa e desenvolvimento do carvão. “O empenho do Ministério tem contribuído na fomentação de uma indústria de carvão que seja sustentável, especialmente no aproveitamento dos subprodutos como cinzas e na produção de fertilizantes”, salienta.

Na oportunidade, o presidente da ABCM, Fernando Zancan, entregou ao secretário, um documento sobre política industrial. Ainda relatou os avanços de ações desenvolvidas pela Associação Brasileira do Carvão Mineral - ABCM para o desenvolvimento tecnológico para uma indústria de baixo carbono. Também comentou sobre o avanço das tecnologias de gasificação de carvões de lata cinza – similares ao carvão nacional e principalmente o desenvolvimento da carboquímica na China, modelo que poderia ser replicado no Brasil.

[8] => [palavra_chave] => [9] => S [publica] => S [10] => 0 [i_usuario] => 0 [11] => 2013-11-13 13:48:40 [dt_sistema] => 2013-11-13 13:48:40 [12] => [foto] => [13] => [capa] => )

Hamm e Zancan reivindicam apoio do MCTI para Carvão Mineral

13/11/2013

O Secretário Executivo do Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI), Luiz Antonio Rodrigues Elias, recebeu em seu gabinete, na quarta-feira, o presidente da Frente Parlamentar do Carvão Mineral, deputado federal Afonso Hamm (PP-RS) e o presidente da Associação Brasileira do Carvão Mineral, Fernando Zancan.

Hamm solicitou ao secretário que no ano de 2014, o carvão mineral seja inserido como segmento importante na estratégia do MCTI e novamente fossem alocados recursos para que as universidades e seus pesquisadores pudessem continuar o desenvolvimento tecnológico do carvão mineral.
Por sua vez, Elias afirmou que o Ministério irá apoiar o carvão mineral como um dos segmentos prioritários no MCT.

Agradecimentos

Na oportunidade, as lideranças do setor carbonífero agradeceram o apoio que o Ministério tem concedido ao longo deste ano, o apoio ao IV Congresso Brasileiro do Carvão Mineral e o lançamento dos editais de pesquisa que contemplaram o carvão nacional.

Hamm destacou a importância do apoio do MCTI para a formação de massa crítica para o desenvolvimento da indústria do carvão nacional e ressaltou a importância do trabalho realizado pela Unipampa e de universidades da região da Metade Sul do Estado do RS no que se refere à pesquisa e desenvolvimento do carvão. “O empenho do Ministério tem contribuído na fomentação de uma indústria de carvão que seja sustentável, especialmente no aproveitamento dos subprodutos como cinzas e na produção de fertilizantes”, salienta.

Na oportunidade, o presidente da ABCM, Fernando Zancan, entregou ao secretário, um documento sobre política industrial. Ainda relatou os avanços de ações desenvolvidas pela Associação Brasileira do Carvão Mineral - ABCM para o desenvolvimento tecnológico para uma indústria de baixo carbono. Também comentou sobre o avanço das tecnologias de gasificação de carvões de lata cinza – similares ao carvão nacional e principalmente o desenvolvimento da carboquímica na China, modelo que poderia ser replicado no Brasil.

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351