Acesso Restrito
Array
(
    [0] => 1
    [i_empresa] => 1
    [1] => 206
    [i_conteudo] => 206
    [2] => 0
    [i_subarea] => 0
    [3] => 2013-10-17
    [dt_conteudo] => 2013-10-17
    [4] => CETEM apresenta trabalhos e distribui publicações no IV Congresso Brasileiro de Carvão Mineral
    [titulo] => CETEM apresenta trabalhos e distribui publicações no IV Congresso Brasileiro de Carvão Mineral
    [5] => 
    [autor] => 
    [6] => O CETEM marcou presença no IV Congresso Brasileiro de Carvão Mineral, realizado entre os dias 22 e 24 de agosto, em Gramado – RS. O evento reuniu cerca de 300 participantes do Brasil e do exterior – incluindo especialistas, representantes da academia, do setor industrial e estudantes –, com o objetivo de debaterem sobre as questões tecnológicas que levam à utilização sustentável do carvão mineral, uma importante e indispensável fonte energética. Foram apresentados trabalhos e palestras nas áreas de geologia, produção, conversão e meio ambiente.
    [resumo] => O CETEM marcou presença no IV Congresso Brasileiro de Carvão Mineral, realizado entre os dias 22 e 24 de agosto, em Gramado – RS. O evento reuniu cerca de 300 participantes do Brasil e do exterior – incluindo especialistas, representantes da academia, do setor industrial e estudantes –, com o objetivo de debaterem sobre as questões tecnológicas que levam à utilização sustentável do carvão mineral, uma importante e indispensável fonte energética. Foram apresentados trabalhos e palestras nas áreas de geologia, produção, conversão e meio ambiente.
    [7] => 

O CETEM marcou presença no IV Congresso Brasileiro de Carvão Mineral, realizado entre os dias 22 e 24 de agosto, em Gramado – RS. O evento reuniu cerca de 300 participantes do Brasil e do exterior –incluindo especialistas, representantes da academia, do setor industrial e estudantes –, com o objetivo dedebaterem sobre as questões tecnológicas que levam à utilização sustentável do carvão mineral, uma importante e indispensável fonte energética. Foram apresentados trabalhos e palestras nas áreas degeologia, produção, conversão e meio ambiente.

A participação do CETEM no evento incluiu a apresentação de três trabalhos, sendo um na área de produção e dois na área de meio ambiente e segurança aplicada ao carvão. No estande institucional, houve a distribuição de exemplares do livro Carvão Brasileiro: Tecnologia e Meio Ambiente, da publicação que apresenta resumos dos trabalhos desenvolvidos no âmbito do projeto PROJCARVÃO e de diversas séries do CETEM. Veja a seguir o resumo das apresentações.

DESSULFURIZAÇÃO DE REJEITOS FINOS DE JIGAGEM DE CARVÃO І O bolsista Lauro Costa a presentou estudo realizado no CETEM que visa fornecer subsídios para a solução de imensas áreas do sudeste do estado de Santa Catarina, do leste do estado do Rio Grande do Sul e de pequena parte do estado do Paraná, poluídas pelos rejeitos do beneficiamento de “carvão”, que causam, entre outros problemas socioambientais, a drenagem ácida de minas (DAM). Tais rejeitos, ricos em enxofre sob a forma de pirita, acumulam-se próximo a cursos de rios, provocando contaminação por DAM, depósitos piritosos e lagoas ácidas. O problema decorre de mais de 150 anos de exploração descontrolada do carvão. No estudo desenvolvido pelo CETEM, foi utilizada a técnica de flotação, em escala laboratorial, dos rejeitos de jigagem da Carbonífera Criciúma S/A, tendo sido obtidos resultados animadores. A equipe responsável pelo projeto é composta pelos pesquisadores Cláudio Schneider e Marisa Monte, pelos bolsistas Lauro Costa e Jean Louzada e pelo professor Ivo Schneider (Universidade Federal do Rio Grande do Sul).

HISTÓRICO DE UM PROJETO PIONEIRO SOBRE O DESEMPENHO DE COBERTURAS SECAS NA REGIÃO SUL DO BRASIL І O pesquisador Anderson Borghetti Soares (professor da Universidade Federal do Ceará e ex-bolsista PCI do CETEM) apresentou breve relato sobre o projeto Cobertura Seca: Estação Experimental Juliano Peres Barbosa, experimento em escala piloto pioneiro no Brasil em estudos de desempenho de coberturas secas em rejeitos de mineração de carvão mineral. O projeto teve como objetivo medir em campo a eficiência de coberturas na mitigação dos efeitos DAM. As coberturas projetadas na estação, instaladas em área de mineração pertencente à Carbonífera Criciuma S/A, foram monitoradas por cinco anos (2008 – 2012). Como resultado, gerou-se um banco de dados climatológicos, de balanço hídrico e de qualidade e geoquímica dos efluentes percolados que podem servir de base para futuros projetos de engenharia, além de contribuírem para que se tenha um maior entendimento do complexo mecanismo do fluxo de água que atua no sistema rejeito-cobertura. Os estudos indicaram que coberturas devidamente projetadas segundo critérios de engenharia reduziram de 80 a 99% o fluxo de água para dentro do rejeito e melhoraram a qualidade do efluente percolado (pH entre 6 e 7 e concentrações de espécies químicas permissíveis para o lançamento no meio ambiente). A equipe responsável pelo projeto foi integrada pelos pesquisadores Vicente Paulo de Souza (coordenador), Paulo Sergio Moreira Soares, Mário Valente Possa e Anderson Borghetti Soares. Clique aqui para visualizar a apresentação.

TRATAMENTO ANAERÓBIO DE DRENAGEM ÁCIDA DE MINAS EM REATOR UASB PARA REMIÇÃO DE SULFATO ІO trabalho apresentado pela bolsista PCI do CETEM Cláudia Affonso Barros evidenciou a possibilidade da utilização de processos biológicos na redução dos efeitos nocivos provocados pela DAM. Os estudos, iniciados em 2011, permanecem em andamento e utilizam micro-organismos anaeróbios, incluindo bactérias redutoras de sulfato (BRS), em reator UASB. O objetivo do estudo é reduzir as concentrações de sulfato presentes no efluente gerado pela DAM, por estarem acima dos valores permitidos pelo CONAMA. Trata-se de uma alternativa tecnológica interessante por apresentar diversos benefícios ambientais e econômicos, podendo se tornar uma opção eficaz e economicamente viável na remoção de sulfato, alcalinização de efluentes industriais, possibilitando, ainda, a precipitação de cátions metálicos. Resultados preliminares indicam a eficiência do emprego do processo anaeróbio, alcançando-se uma remoção de 95% de sulfato dos efluentes oriundos da DAM. A equipe do projeto é composta pelas pesquisadoras do CETEM Andrea Camardella de Lima Rizzo (coordenadora), Cláudia Duarte Cunha, pela bolsista PCI Cláudia Affonso Barros e pelo bolsista de iniciação científica Luan Henrique Caldas  de Moraes. ­Clique aqui para visualizar a apresentação.

IV Congresso Brasileiro de Carvão Mineral foi organizado pelo SACT – Centro Tecnológico de Carvão Limpo e pela Rede de Carvão.

[conteudo] =>

O CETEM marcou presença no IV Congresso Brasileiro de Carvão Mineral, realizado entre os dias 22 e 24 de agosto, em Gramado – RS. O evento reuniu cerca de 300 participantes do Brasil e do exterior –incluindo especialistas, representantes da academia, do setor industrial e estudantes –, com o objetivo dedebaterem sobre as questões tecnológicas que levam à utilização sustentável do carvão mineral, uma importante e indispensável fonte energética. Foram apresentados trabalhos e palestras nas áreas degeologia, produção, conversão e meio ambiente.

A participação do CETEM no evento incluiu a apresentação de três trabalhos, sendo um na área de produção e dois na área de meio ambiente e segurança aplicada ao carvão. No estande institucional, houve a distribuição de exemplares do livro Carvão Brasileiro: Tecnologia e Meio Ambiente, da publicação que apresenta resumos dos trabalhos desenvolvidos no âmbito do projeto PROJCARVÃO e de diversas séries do CETEM. Veja a seguir o resumo das apresentações.

DESSULFURIZAÇÃO DE REJEITOS FINOS DE JIGAGEM DE CARVÃO І O bolsista Lauro Costa a presentou estudo realizado no CETEM que visa fornecer subsídios para a solução de imensas áreas do sudeste do estado de Santa Catarina, do leste do estado do Rio Grande do Sul e de pequena parte do estado do Paraná, poluídas pelos rejeitos do beneficiamento de “carvão”, que causam, entre outros problemas socioambientais, a drenagem ácida de minas (DAM). Tais rejeitos, ricos em enxofre sob a forma de pirita, acumulam-se próximo a cursos de rios, provocando contaminação por DAM, depósitos piritosos e lagoas ácidas. O problema decorre de mais de 150 anos de exploração descontrolada do carvão. No estudo desenvolvido pelo CETEM, foi utilizada a técnica de flotação, em escala laboratorial, dos rejeitos de jigagem da Carbonífera Criciúma S/A, tendo sido obtidos resultados animadores. A equipe responsável pelo projeto é composta pelos pesquisadores Cláudio Schneider e Marisa Monte, pelos bolsistas Lauro Costa e Jean Louzada e pelo professor Ivo Schneider (Universidade Federal do Rio Grande do Sul).

HISTÓRICO DE UM PROJETO PIONEIRO SOBRE O DESEMPENHO DE COBERTURAS SECAS NA REGIÃO SUL DO BRASIL І O pesquisador Anderson Borghetti Soares (professor da Universidade Federal do Ceará e ex-bolsista PCI do CETEM) apresentou breve relato sobre o projeto Cobertura Seca: Estação Experimental Juliano Peres Barbosa, experimento em escala piloto pioneiro no Brasil em estudos de desempenho de coberturas secas em rejeitos de mineração de carvão mineral. O projeto teve como objetivo medir em campo a eficiência de coberturas na mitigação dos efeitos DAM. As coberturas projetadas na estação, instaladas em área de mineração pertencente à Carbonífera Criciuma S/A, foram monitoradas por cinco anos (2008 – 2012). Como resultado, gerou-se um banco de dados climatológicos, de balanço hídrico e de qualidade e geoquímica dos efluentes percolados que podem servir de base para futuros projetos de engenharia, além de contribuírem para que se tenha um maior entendimento do complexo mecanismo do fluxo de água que atua no sistema rejeito-cobertura. Os estudos indicaram que coberturas devidamente projetadas segundo critérios de engenharia reduziram de 80 a 99% o fluxo de água para dentro do rejeito e melhoraram a qualidade do efluente percolado (pH entre 6 e 7 e concentrações de espécies químicas permissíveis para o lançamento no meio ambiente). A equipe responsável pelo projeto foi integrada pelos pesquisadores Vicente Paulo de Souza (coordenador), Paulo Sergio Moreira Soares, Mário Valente Possa e Anderson Borghetti Soares. Clique aqui para visualizar a apresentação.

TRATAMENTO ANAERÓBIO DE DRENAGEM ÁCIDA DE MINAS EM REATOR UASB PARA REMIÇÃO DE SULFATO ІO trabalho apresentado pela bolsista PCI do CETEM Cláudia Affonso Barros evidenciou a possibilidade da utilização de processos biológicos na redução dos efeitos nocivos provocados pela DAM. Os estudos, iniciados em 2011, permanecem em andamento e utilizam micro-organismos anaeróbios, incluindo bactérias redutoras de sulfato (BRS), em reator UASB. O objetivo do estudo é reduzir as concentrações de sulfato presentes no efluente gerado pela DAM, por estarem acima dos valores permitidos pelo CONAMA. Trata-se de uma alternativa tecnológica interessante por apresentar diversos benefícios ambientais e econômicos, podendo se tornar uma opção eficaz e economicamente viável na remoção de sulfato, alcalinização de efluentes industriais, possibilitando, ainda, a precipitação de cátions metálicos. Resultados preliminares indicam a eficiência do emprego do processo anaeróbio, alcançando-se uma remoção de 95% de sulfato dos efluentes oriundos da DAM. A equipe do projeto é composta pelas pesquisadoras do CETEM Andrea Camardella de Lima Rizzo (coordenadora), Cláudia Duarte Cunha, pela bolsista PCI Cláudia Affonso Barros e pelo bolsista de iniciação científica Luan Henrique Caldas  de Moraes. ­Clique aqui para visualizar a apresentação.

IV Congresso Brasileiro de Carvão Mineral foi organizado pelo SACT – Centro Tecnológico de Carvão Limpo e pela Rede de Carvão.

[8] => [palavra_chave] => [9] => S [publica] => S [10] => 0 [i_usuario] => 0 [11] => 2013-10-17 15:00:08 [dt_sistema] => 2013-10-17 15:00:08 [12] => [foto] => [13] => [capa] => )

CETEM apresenta trabalhos e distribui publicações no IV Congresso Brasileiro de Carvão Mineral

17/10/2013

O CETEM marcou presença no IV Congresso Brasileiro de Carvão Mineral, realizado entre os dias 22 e 24 de agosto, em Gramado – RS. O evento reuniu cerca de 300 participantes do Brasil e do exterior –incluindo especialistas, representantes da academia, do setor industrial e estudantes –, com o objetivo dedebaterem sobre as questões tecnológicas que levam à utilização sustentável do carvão mineral, uma importante e indispensável fonte energética. Foram apresentados trabalhos e palestras nas áreas degeologia, produção, conversão e meio ambiente.

A participação do CETEM no evento incluiu a apresentação de três trabalhos, sendo um na área de produção e dois na área de meio ambiente e segurança aplicada ao carvão. No estande institucional, houve a distribuição de exemplares do livro Carvão Brasileiro: Tecnologia e Meio Ambiente, da publicação que apresenta resumos dos trabalhos desenvolvidos no âmbito do projeto PROJCARVÃO e de diversas séries do CETEM. Veja a seguir o resumo das apresentações.

DESSULFURIZAÇÃO DE REJEITOS FINOS DE JIGAGEM DE CARVÃO І O bolsista Lauro Costa a presentou estudo realizado no CETEM que visa fornecer subsídios para a solução de imensas áreas do sudeste do estado de Santa Catarina, do leste do estado do Rio Grande do Sul e de pequena parte do estado do Paraná, poluídas pelos rejeitos do beneficiamento de “carvão”, que causam, entre outros problemas socioambientais, a drenagem ácida de minas (DAM). Tais rejeitos, ricos em enxofre sob a forma de pirita, acumulam-se próximo a cursos de rios, provocando contaminação por DAM, depósitos piritosos e lagoas ácidas. O problema decorre de mais de 150 anos de exploração descontrolada do carvão. No estudo desenvolvido pelo CETEM, foi utilizada a técnica de flotação, em escala laboratorial, dos rejeitos de jigagem da Carbonífera Criciúma S/A, tendo sido obtidos resultados animadores. A equipe responsável pelo projeto é composta pelos pesquisadores Cláudio Schneider e Marisa Monte, pelos bolsistas Lauro Costa e Jean Louzada e pelo professor Ivo Schneider (Universidade Federal do Rio Grande do Sul).

HISTÓRICO DE UM PROJETO PIONEIRO SOBRE O DESEMPENHO DE COBERTURAS SECAS NA REGIÃO SUL DO BRASIL І O pesquisador Anderson Borghetti Soares (professor da Universidade Federal do Ceará e ex-bolsista PCI do CETEM) apresentou breve relato sobre o projeto Cobertura Seca: Estação Experimental Juliano Peres Barbosa, experimento em escala piloto pioneiro no Brasil em estudos de desempenho de coberturas secas em rejeitos de mineração de carvão mineral. O projeto teve como objetivo medir em campo a eficiência de coberturas na mitigação dos efeitos DAM. As coberturas projetadas na estação, instaladas em área de mineração pertencente à Carbonífera Criciuma S/A, foram monitoradas por cinco anos (2008 – 2012). Como resultado, gerou-se um banco de dados climatológicos, de balanço hídrico e de qualidade e geoquímica dos efluentes percolados que podem servir de base para futuros projetos de engenharia, além de contribuírem para que se tenha um maior entendimento do complexo mecanismo do fluxo de água que atua no sistema rejeito-cobertura. Os estudos indicaram que coberturas devidamente projetadas segundo critérios de engenharia reduziram de 80 a 99% o fluxo de água para dentro do rejeito e melhoraram a qualidade do efluente percolado (pH entre 6 e 7 e concentrações de espécies químicas permissíveis para o lançamento no meio ambiente). A equipe responsável pelo projeto foi integrada pelos pesquisadores Vicente Paulo de Souza (coordenador), Paulo Sergio Moreira Soares, Mário Valente Possa e Anderson Borghetti Soares. Clique aqui para visualizar a apresentação.

TRATAMENTO ANAERÓBIO DE DRENAGEM ÁCIDA DE MINAS EM REATOR UASB PARA REMIÇÃO DE SULFATO ІO trabalho apresentado pela bolsista PCI do CETEM Cláudia Affonso Barros evidenciou a possibilidade da utilização de processos biológicos na redução dos efeitos nocivos provocados pela DAM. Os estudos, iniciados em 2011, permanecem em andamento e utilizam micro-organismos anaeróbios, incluindo bactérias redutoras de sulfato (BRS), em reator UASB. O objetivo do estudo é reduzir as concentrações de sulfato presentes no efluente gerado pela DAM, por estarem acima dos valores permitidos pelo CONAMA. Trata-se de uma alternativa tecnológica interessante por apresentar diversos benefícios ambientais e econômicos, podendo se tornar uma opção eficaz e economicamente viável na remoção de sulfato, alcalinização de efluentes industriais, possibilitando, ainda, a precipitação de cátions metálicos. Resultados preliminares indicam a eficiência do emprego do processo anaeróbio, alcançando-se uma remoção de 95% de sulfato dos efluentes oriundos da DAM. A equipe do projeto é composta pelas pesquisadoras do CETEM Andrea Camardella de Lima Rizzo (coordenadora), Cláudia Duarte Cunha, pela bolsista PCI Cláudia Affonso Barros e pelo bolsista de iniciação científica Luan Henrique Caldas  de Moraes. ­Clique aqui para visualizar a apresentação.

IV Congresso Brasileiro de Carvão Mineral foi organizado pelo SACT – Centro Tecnológico de Carvão Limpo e pela Rede de Carvão.

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351