Acesso Restrito
Array
(
    [0] => 1
    [i_empresa] => 1
    [1] => 182
    [i_conteudo] => 182
    [2] => 0
    [i_subarea] => 0
    [3] => 2013-09-19
    [dt_conteudo] => 2013-09-19
    [4] => CCX venderá projetos de mineração por US$ 75 mi; ação chegou a subir 29% na 6ª
    [titulo] => CCX venderá projetos de mineração por US$ 75 mi; ação chegou a subir 29% na 6ª
    [5] => Solos
    [autor] => Solos
    [6] => A subsidiária da CCX Carvão (CCXC3) na Colômbia, anunciou na última sexta-feira (13) a celebração de um memorando de entendimentos com a Transwell Enterprises para a venda de projetos de mineração a céu aberto Cañaverales e Papayal, por US$ 75 milhões.
    [resumo] => A subsidiária da CCX Carvão (CCXC3) na Colômbia, anunciou na última sexta-feira (13) a celebração de um memorando de entendimentos com a Transwell Enterprises para a venda de projetos de mineração a céu aberto Cañaverales e Papayal, por US$ 75 milhões.
    [7] => 

O acordo definitivo deve ser firmado nas próximas semanas, incluindo todos os direitos minerários, estudos, licenças e propriedades de titularidade da CCX. A negociação em potencial prevê ainda o comprometimento pelo potencial comprador de transportar a produção de carvão de Cañaverales e Papayal através do projeto de infraestrutura logística da CCX - composto por ferrovia e porto -, sempre que os custos de utilização desta infraestrutura forem inferiores aos custos logísticos praticados.

Cañaverales possui 27,3 milhões de toneladas de reservas de carvão certificadas e Papayal possui 15,6 milhões de toneladas de reservas de carvão certificadas. Estes depósitos estão localizados no Departamento de La Guajira e foram certificados pela John T. Boyd Company em março de 2010, seguindo os princípios adotados no Canadá. Ambos possuem capacidade estimada de produção de 2,5 milhões de toneladas por ano.

A negociação em potencial ainda está sujeita ao cumprimento de certas condições precedentes, tais como as negociações finais e a execução dos acordos definitivos e as aprovações necessárias por cada parte.

A Companhia esclarece que mantém a titularidade de 100% do projeto de mineração subterrânea de San Juan e do projeto de infraestrutura logística (composto por porto e ferrovia). San Juan possui comprovadas reservas de 671,8 milhões de toneladas, certificadas pela Golder Associates em maio de 2012, conforme os princípios da NI 43-101.

"A CCX avalia constantemente oportunidades de negócios na busca de maior valor agregado para seus acionistas e manterá seus stakeholders devidamente informados sobre os acontecimentos subsequentes", informou.

Vale ressaltar que, na última sexta-feira, às vésperas da divulgação do comunicado, as ações CCXC3 chegaram a subir 29,30%, fechando com ganhos de 14,01%, a R$ 1,79. Apenas na semana passada, os ativos subiram 29,71%, em meio às sinalizações de venda de ativos da companhia.

Fonte: http://solos.com.br/node/803#.Ujrfz8akonh

[conteudo] =>

O acordo definitivo deve ser firmado nas próximas semanas, incluindo todos os direitos minerários, estudos, licenças e propriedades de titularidade da CCX. A negociação em potencial prevê ainda o comprometimento pelo potencial comprador de transportar a produção de carvão de Cañaverales e Papayal através do projeto de infraestrutura logística da CCX - composto por ferrovia e porto -, sempre que os custos de utilização desta infraestrutura forem inferiores aos custos logísticos praticados.

Cañaverales possui 27,3 milhões de toneladas de reservas de carvão certificadas e Papayal possui 15,6 milhões de toneladas de reservas de carvão certificadas. Estes depósitos estão localizados no Departamento de La Guajira e foram certificados pela John T. Boyd Company em março de 2010, seguindo os princípios adotados no Canadá. Ambos possuem capacidade estimada de produção de 2,5 milhões de toneladas por ano.

A negociação em potencial ainda está sujeita ao cumprimento de certas condições precedentes, tais como as negociações finais e a execução dos acordos definitivos e as aprovações necessárias por cada parte.

A Companhia esclarece que mantém a titularidade de 100% do projeto de mineração subterrânea de San Juan e do projeto de infraestrutura logística (composto por porto e ferrovia). San Juan possui comprovadas reservas de 671,8 milhões de toneladas, certificadas pela Golder Associates em maio de 2012, conforme os princípios da NI 43-101.

"A CCX avalia constantemente oportunidades de negócios na busca de maior valor agregado para seus acionistas e manterá seus stakeholders devidamente informados sobre os acontecimentos subsequentes", informou.

Vale ressaltar que, na última sexta-feira, às vésperas da divulgação do comunicado, as ações CCXC3 chegaram a subir 29,30%, fechando com ganhos de 14,01%, a R$ 1,79. Apenas na semana passada, os ativos subiram 29,71%, em meio às sinalizações de venda de ativos da companhia.

Fonte: http://solos.com.br/node/803#.Ujrfz8akonh

[8] => CCX, ABCM [palavra_chave] => CCX, ABCM [9] => S [publica] => S [10] => 0 [i_usuario] => 0 [11] => 2013-09-19 08:28:40 [dt_sistema] => 2013-09-19 08:28:40 [12] => [foto] => [13] => [capa] => )

CCX venderá projetos de mineração por US$ 75 mi; ação chegou a subir 29% na 6ª

19/09/2013

Solos

O acordo definitivo deve ser firmado nas próximas semanas, incluindo todos os direitos minerários, estudos, licenças e propriedades de titularidade da CCX. A negociação em potencial prevê ainda o comprometimento pelo potencial comprador de transportar a produção de carvão de Cañaverales e Papayal através do projeto de infraestrutura logística da CCX - composto por ferrovia e porto -, sempre que os custos de utilização desta infraestrutura forem inferiores aos custos logísticos praticados.

Cañaverales possui 27,3 milhões de toneladas de reservas de carvão certificadas e Papayal possui 15,6 milhões de toneladas de reservas de carvão certificadas. Estes depósitos estão localizados no Departamento de La Guajira e foram certificados pela John T. Boyd Company em março de 2010, seguindo os princípios adotados no Canadá. Ambos possuem capacidade estimada de produção de 2,5 milhões de toneladas por ano.

A negociação em potencial ainda está sujeita ao cumprimento de certas condições precedentes, tais como as negociações finais e a execução dos acordos definitivos e as aprovações necessárias por cada parte.

A Companhia esclarece que mantém a titularidade de 100% do projeto de mineração subterrânea de San Juan e do projeto de infraestrutura logística (composto por porto e ferrovia). San Juan possui comprovadas reservas de 671,8 milhões de toneladas, certificadas pela Golder Associates em maio de 2012, conforme os princípios da NI 43-101.

"A CCX avalia constantemente oportunidades de negócios na busca de maior valor agregado para seus acionistas e manterá seus stakeholders devidamente informados sobre os acontecimentos subsequentes", informou.

Vale ressaltar que, na última sexta-feira, às vésperas da divulgação do comunicado, as ações CCXC3 chegaram a subir 29,30%, fechando com ganhos de 14,01%, a R$ 1,79. Apenas na semana passada, os ativos subiram 29,71%, em meio às sinalizações de venda de ativos da companhia.

Fonte: http://solos.com.br/node/803#.Ujrfz8akonh

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351