Acesso Restrito
Array
(
    [0] => 1
    [i_empresa] => 1
    [1] => 178
    [i_conteudo] => 178
    [2] => 0
    [i_subarea] => 0
    [3] => 2013-09-11
    [dt_conteudo] => 2013-09-11
    [4] => Mineradoras geraram 10 mil empregos no distrito moçambicano de Tete
    [titulo] => Mineradoras geraram 10 mil empregos no distrito moçambicano de Tete
    [5] => Solos
    [autor] => Solos
    [6] => Empresas de mineração que operam em Moçambique já geraram 10 mil empregos diretos e indiretos só no distrito de Moatize, província de Tete, centro do país, indicou a administradora local, Elsa da Barca.
    [resumo] => Empresas de mineração que operam em Moçambique já geraram 10 mil empregos diretos e indiretos só no distrito de Moatize, província de Tete, centro do país, indicou a administradora local, Elsa da Barca.
    [7] => 

Segundo Elsa da Barca, oito mil dos 10 mil trabalhadores das companhias mineiras e empresas de prestação de serviços em atividade em Moatize são moçambicanos, sendo os restantes dois mil estrangeiros.

Entre os trabalhadores moçambicanos, 20 a 40 por cento são residentes ou naturais do distrito e os restantes são oriundos de outros pontos do país e do estrangeiro, acrescentou a administradora de Moatize.

De acordo com Elsa da Barca, a administração de Moatize aposta na sensibilização das companhias mineiras em atividade no distrito para apostarem na contratação de mão-de-obra local.

Os naturais da província de Tete têm alegado estar a ser preteridos dos empregos gerados pelas multinacionais, supostamente a favor de trabalhadores mais qualificados oriundos do sul de Moçambique e do estrangeiro.

Atraídas pelas enormes reservas de carvão disponíveis no distrito, Moatize conta com a presença de algumas das mais importantes mineradoras do mundo, nomeadamente a brasileira Vale e anglo-australiana Rio Tinto, e de mais de uma dezena de firmas do setor, que exploram ou pesquisam carvão.

Fonte: http://carvaomineral.com.br/adm/index.php

[conteudo] =>

Segundo Elsa da Barca, oito mil dos 10 mil trabalhadores das companhias mineiras e empresas de prestação de serviços em atividade em Moatize são moçambicanos, sendo os restantes dois mil estrangeiros.

Entre os trabalhadores moçambicanos, 20 a 40 por cento são residentes ou naturais do distrito e os restantes são oriundos de outros pontos do país e do estrangeiro, acrescentou a administradora de Moatize.

De acordo com Elsa da Barca, a administração de Moatize aposta na sensibilização das companhias mineiras em atividade no distrito para apostarem na contratação de mão-de-obra local.

Os naturais da província de Tete têm alegado estar a ser preteridos dos empregos gerados pelas multinacionais, supostamente a favor de trabalhadores mais qualificados oriundos do sul de Moçambique e do estrangeiro.

Atraídas pelas enormes reservas de carvão disponíveis no distrito, Moatize conta com a presença de algumas das mais importantes mineradoras do mundo, nomeadamente a brasileira Vale e anglo-australiana Rio Tinto, e de mais de uma dezena de firmas do setor, que exploram ou pesquisam carvão.

Fonte: http://carvaomineral.com.br/adm/index.php

[8] => Mineradoras, ABCM [palavra_chave] => Mineradoras, ABCM [9] => S [publica] => S [10] => 0 [i_usuario] => 0 [11] => 2013-09-11 10:12:05 [dt_sistema] => 2013-09-11 10:12:05 [12] => [foto] => [13] => [capa] => )

Mineradoras geraram 10 mil empregos no distrito moçambicano de Tete

11/09/2013

Solos

Segundo Elsa da Barca, oito mil dos 10 mil trabalhadores das companhias mineiras e empresas de prestação de serviços em atividade em Moatize são moçambicanos, sendo os restantes dois mil estrangeiros.

Entre os trabalhadores moçambicanos, 20 a 40 por cento são residentes ou naturais do distrito e os restantes são oriundos de outros pontos do país e do estrangeiro, acrescentou a administradora de Moatize.

De acordo com Elsa da Barca, a administração de Moatize aposta na sensibilização das companhias mineiras em atividade no distrito para apostarem na contratação de mão-de-obra local.

Os naturais da província de Tete têm alegado estar a ser preteridos dos empregos gerados pelas multinacionais, supostamente a favor de trabalhadores mais qualificados oriundos do sul de Moçambique e do estrangeiro.

Atraídas pelas enormes reservas de carvão disponíveis no distrito, Moatize conta com a presença de algumas das mais importantes mineradoras do mundo, nomeadamente a brasileira Vale e anglo-australiana Rio Tinto, e de mais de uma dezena de firmas do setor, que exploram ou pesquisam carvão.

Fonte: http://carvaomineral.com.br/adm/index.php

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351