Acesso Restrito
Array
(
    [0] => 1
    [i_empresa] => 1
    [1] => 110
    [i_conteudo] => 110
    [2] => 0
    [i_subarea] => 0
    [3] => 2013-06-26
    [dt_conteudo] => 2013-06-26
    [4] => Ameaçada, Vale monitora transporte de carvão em Moçambique
    [titulo] => Ameaçada, Vale monitora transporte de carvão em Moçambique
    [5] => Época negócios
    [autor] => Época negócios
    [6] => ASSIM COMO A RIO TINTO, A MINERADORA PODE SER PREJUDICADA SE A LINHA FERROVIÁRIA SENA, QUE TRANSPORTA MATÉRIA-PRIMA, FOR INTERROMPIDA POR OPOSIÇÃO
    [resumo] => ASSIM COMO A RIO TINTO, A MINERADORA PODE SER PREJUDICADA SE A LINHA FERROVIÁRIA SENA, QUE TRANSPORTA MATÉRIA-PRIMA, FOR INTERROMPIDA POR OPOSIÇÃO
    [7] => 

A ameaça da oposição de Moçambique de interromper a linha ferroviária Sena, que transporta carvão para o Porto de Beira, pode afetar os carregamentos da Vale e da Rio Tinto, que utilizam o trajeto. Em comunicado, a Vale disse que continua a transportar carvão na ferrovia de Sena, mas monitora a situação após as ameaças dos oposicionistas. A empresa havia interrompido carregamentos este ano devido a protestos de moradores e fortes chuvas.

"Estamos alertas, observando as ocorrências, evitando exposição desnecessária em possíveis zonas de confronto e trabalhando com outras companhias para ter a melhor qualidade de informação possível", afirmou a Vale.

A Rio Tinto, por sua vez, informou que suspendeu seus carregamentos de carvão na linha ferroviária Sena. "Interrompemos nossas operações na linha ferroviária enquanto avaliamos a situação atual", disse a Rio Tinto, em comunicado. "A produção na mina de Benga continua."

As conversas entre o governo de Moçambique e o partido de oposição Renamo começaram esta semana. Ataques na região central de Moçambique deixaram dois mortos e diversos feridos na última sexta-feira, 21.

Fonte: http://epocanegocios.globo.com/Informacao/Dilemas/noticia/2013/06/ameacada-vale-monitora-transporte-de-carvao-em-mocambique.html

[conteudo] =>

A ameaça da oposição de Moçambique de interromper a linha ferroviária Sena, que transporta carvão para o Porto de Beira, pode afetar os carregamentos da Vale e da Rio Tinto, que utilizam o trajeto. Em comunicado, a Vale disse que continua a transportar carvão na ferrovia de Sena, mas monitora a situação após as ameaças dos oposicionistas. A empresa havia interrompido carregamentos este ano devido a protestos de moradores e fortes chuvas.

"Estamos alertas, observando as ocorrências, evitando exposição desnecessária em possíveis zonas de confronto e trabalhando com outras companhias para ter a melhor qualidade de informação possível", afirmou a Vale.

A Rio Tinto, por sua vez, informou que suspendeu seus carregamentos de carvão na linha ferroviária Sena. "Interrompemos nossas operações na linha ferroviária enquanto avaliamos a situação atual", disse a Rio Tinto, em comunicado. "A produção na mina de Benga continua."

As conversas entre o governo de Moçambique e o partido de oposição Renamo começaram esta semana. Ataques na região central de Moçambique deixaram dois mortos e diversos feridos na última sexta-feira, 21.

Fonte: http://epocanegocios.globo.com/Informacao/Dilemas/noticia/2013/06/ameacada-vale-monitora-transporte-de-carvao-em-mocambique.html

[8] => vale, transporte [palavra_chave] => vale, transporte [9] => S [publica] => S [10] => 0 [i_usuario] => 0 [11] => 2013-07-03 16:06:49 [dt_sistema] => 2013-07-03 16:06:49 [12] => [foto] => [13] => [capa] => )

Ameaçada, Vale monitora transporte de carvão em Moçambique

26/06/2013

Época negócios

A ameaça da oposição de Moçambique de interromper a linha ferroviária Sena, que transporta carvão para o Porto de Beira, pode afetar os carregamentos da Vale e da Rio Tinto, que utilizam o trajeto. Em comunicado, a Vale disse que continua a transportar carvão na ferrovia de Sena, mas monitora a situação após as ameaças dos oposicionistas. A empresa havia interrompido carregamentos este ano devido a protestos de moradores e fortes chuvas.

"Estamos alertas, observando as ocorrências, evitando exposição desnecessária em possíveis zonas de confronto e trabalhando com outras companhias para ter a melhor qualidade de informação possível", afirmou a Vale.

A Rio Tinto, por sua vez, informou que suspendeu seus carregamentos de carvão na linha ferroviária Sena. "Interrompemos nossas operações na linha ferroviária enquanto avaliamos a situação atual", disse a Rio Tinto, em comunicado. "A produção na mina de Benga continua."

As conversas entre o governo de Moçambique e o partido de oposição Renamo começaram esta semana. Ataques na região central de Moçambique deixaram dois mortos e diversos feridos na última sexta-feira, 21.

Fonte: http://epocanegocios.globo.com/Informacao/Dilemas/noticia/2013/06/ameacada-vale-monitora-transporte-de-carvao-em-mocambique.html

Rua Pascoal Meller, 73 - Bairro Universitário - CEP 88.805-380 - CP 362 - Criciúma - Santa Catarina
Tel. (48) 3431.8350/Fax: (48) 3431.8351